Ozzy celebra entrada ao Rock Hall: “nada mal para alguém demitido de sua banda”

Madman se declarou muito honrado por sua segunda indução à instituição, obtida este ano

Após a confirmação de que será um dos homenageados ao Rock and Roll Hall of Fame em 2024, Ozzy Osbourne se manifestou oficialmente agradecendo a escolha. Após ter entrado em 2016 com o Black Sabbath – apenas os quatro membros originais foram eleitos –, o Madman também se juntará ao hall da fama por seu trabalho solo.

Em breve declaração, Ozzy se mostrou honrado com a escolha. Também aproveitou para mencionar a demissão do grupo que ajudou a formar, momento que acabou abrindo espaço para o que é agora consagrado.

- Advertisement -

Disse o cantor, em email enviado à Billboard:

“Receber uma segunda nominação é grandioso. Estou mais do que honrado. A cada novo empreendimento musical, há sempre uma certa surpresa quando você vê os fãs abraçando-o, porque ninguém quer fazer um disco e vê-lo fracassar. Sinto que fui convidado para uma festa em 1980 e ela nunca terminou. Nada mal para um cara que foi demitido de sua banda anterior.”

Curiosamente, Ozzy não acreditava que receberia a condecoração pela segunda vez. À Rolling Stone, ele disse meses atrás, analisando a concorrência:

Leia também:  Andreas Kisser explica por que não se tornou jurado do “The Voice Brasil”

“A indicação tem me deixado louco. É uma honra poder concorrer, mas não estou esperando entrar. Tem Mariah Carey, tem Cher, tem Lenny Kravitz. Estou concorrendo com algumas pessoas grandes. Se eu entrar, entrei. Se eu não entrar, é isso.”

Sobre Ozzy Osbourne

Nascido em Marston Green, Warwickshire, Inglaterra, John Michael Osbourne se destacou como vocalista do Black Sabbath nos anos 1970. Nas últimas décadas, realizou uma série de reuniões com os outros membros da formação original.

Após ser demitido da banda, partiu para uma carreira solo que o transformaria em um astro de grande projeção midiática, sempre comandado por sua esposa, a empresária Sharon Osbourne.

Na virada do século, se tornou ainda mais conhecido do público generalista graças ao reality-show The Osbournes, protagonizado pela família. Ainda gravou com nomes como Lita Ford, Motörhead, Type O Negative, Gary Moore, Alice Cooper, Black Label Society, Coal Chamber, Primus e Post Malone, entre outros.

Leia também:  Quando David Gilmour tocou solo de “Purple Rain”, de Prince, na TV

Rock and Roll Hall of Fame 2024

Dave Matthews Band, Cher, A Tribe Called Quest, Mary J. Blige, Peter Frampton, Foreigner e Kool & The Gang serão os outros homenageados na próxima cerimônia, que acontece dia 19 de outubro no Mortgage Fieldhouse, em Cleveland, Estados Unidos.

Além disso, Jimmy Buffett, MC5, Dionne Warwick e Norman Whitfield serão incluídos na categoria “excelência musical”. Alexis Korner, John Mayall e Big Mama Thornton entram na seção de “influência musical”. A produtora de entretenimento Suzanne de Passe foi a vencedora do prêmio anual Ahmet Ertegun.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasOzzy celebra entrada ao Rock Hall: “nada mal para alguém demitido de...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades