O guitarrista que é o Jimmy Page do seu tempo, segundo Rick Rubin

Elogio foi feito quando o músico em questão gravava o álbum de estreia de supergrupo, após o fim da banda que o projetou

A despeito de várias controvérsias por conta de suas metodologias de trabalho – Black Sabbath e Slipknot que o digam – Rick Rubin é um dos produtores mais bem-sucedidos da história. Do rock clássico ao hip-hop, do country ao metal extremo, não foram poucos os nomes que se consagraram sob sua batuta. Sendo assim, as opiniões dele devem ser levadas em conta.

Como quando ajudou a montar o Audioslave, no início do século atual. A confiança era grande, como ilustra declaração colhida por Jake Brown e publicada no livro “Rick Rubin: In the Studio”, lançado em 2009.

- Advertisement -

Disse o produtor, conforme resgate do Far Out Magazine:

“Esta união pode gerar o mesmo efeito de quando o Yardbirds acabou e deu origem ao Led Zeppelin. Até porque Tom Morello é o Jimmy Page do nosso tempo.”

Apesar de frutíferas – gerando 21 músicas nos primeiros 19 dias –, as sessões foram bastante tensas. Três dias após o anúncio de que participariam do Ozzfest daquele ano, como forma de entrosar o quarteto, Chris Cornell saiu. Ele retornou seis semanas mais tarde, após alguns ajustes nos aspectos empresariais.

Leia também:  A música mais brega do Creed, segundo Scott Stapp

O susto de Chris Cornell em Rick Rubin

Apesar dos problemas e dificuldades, a ação de Rick Rubin foi decisiva desde o início. No primeiro encontro do grupo, o produtor precisou vencer o medo. Tom Morello contou à Metal Hammer em 2022:

“Rick Rubin foi conosco até a casa de Chris. Ele não sai de casa pra nada, a não ser que seja em um Rolls Royce dentro de outro Rolls Royce, mas aceitou embarcar na minha van. Chris morava em Los Angeles, no topo da última e mais solitária montanha. Estava anoitecendo e a luz do sol indo embora. A mansão era assustadora olhando de fora. Os portões se abriram no estilo do portão da casa da Família Addams. E lá estava Chris, alto, com semblante sombrio. Ele começou a caminhar lentamente em nossa direção, Rick enlouqueceu e disse: ‘Vamos dar o fora daqui!’. Mas ficamos e ele se mostrou o cara mais amoroso e generoso possível. Essa é a minha primeira lembrança dele.”

A estreia do Audioslave

Lançado em novembro de 2002, o álbum homônimo do Audioslave marcou o início da parceria dos instrumentistas do Rage Against the Machine com o vocalista Chris Cornell (Soundgarden). Produzido por Rick Rubin, o trabalho vendeu mais de 3 milhões de cópias só nos Estados Unidos, chegando ao Top 20 em oito paradas internacionais.

Leia também:  Por que Toto lançou tantas músicas com nomes de mulheres, segundo Steve Lukather

A banda ainda lançaria mais dois álbuns, “Out of Exile” (2005) e “Revelations” (2006). Rubin não se envolveu no derradeiro, que contou com Brendan O’Brien na função. Após a separação os envolvidos retomaram suas atividades principais. Chris tiraria a própria vida em 2017.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesO guitarrista que é o Jimmy Page do seu tempo, segundo Rick...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades