David Gilmour trabalha com orquestra e coral no que deve ser seu próximo álbum

Vocalista e guitarrista do Pink Floyd realizou uma gravação em estúdio ao lado dos músicos, como publicou a escritora e esposa Polly Samson

David Gilmour está trabalhando no que deve ser o seu próximo álbum já há algum tempo. Desde o início de 2022, A escritora Polly Samson, esposa do músico do Pink Floyd, vem compartilhando uma série de fotos do artista em estúdio, junto de outros instrumentistas. 

Nesta semana, ela publicou registros que mostram o marido ao lado de uma orquestra e um coral. Na legenda, explicou que a gravação com os envolvidos ocorreu no Angel Studios, em Londres, na Inglaterra, e a descreveu como “sublime”. O cantor Will Gardner e o produtor Charlie Andrew aparecem marcados na postagem.

- Advertisement -

Veja a seguir.

No fim de janeiro, Andrew havia exibido outra imagem em estúdio. Mencionou na publicação, além do próprio Gilmour, o músico e produtor Rob Gentry e o engenheiro de som Matt Glasbey (que já colaborou com Ed Sheeran, Alt-J, entre outros nomes). 

Veja abaixo.

Anteriormente, também saíram fotos com o baixista Guy Pratt, que acompanha o integrante do Pink Floyd há anos, e o pianista Roger Eno, creditado no disco anterior “Rattle That Lock” (2015). Ainda marcaram presença o baterista Adam Betts (conhecido por já ter colaborado com Jarvis Cocker) e o também baixista Tom Herbert (das bandas The Invisible e Polar Bear). 

Inclusive, nesse mesmo período, David posou com Mark Knopfler, a mente por trás do Dire Straits, acendendo rumores de uma possível colaboração. Nada foi confirmado oficialmente.

Tudo indica que as aparições mencionadas estejam relacionadas a um disco de inéditas. Em entrevista ao site romeno Ziles Inopti, publicada em dezembro de 2022, Samson confirmou que estava ajudando o companheiro em novas músicas.

Já à revista Rolling Stone, em junho de 2021, Gilmour declarou:

“Espero ter um álbum pronto nos próximos um ou dois anos, não sou tão rápido. Um dos problemas, é claro, é essa coisa do lockdown. Estamos agora os dois vacinados, então as coisas estão um pouco melhores. Mas pegar outras pessoas para ouvir, para ajudar e para tocar as coisas tem sido meio que impossível no último ano. Estou ansioso para, de fato, tocar algumas músicas com um monte de músicos reais em algum ponto.”

Sobre David Gilmour

Nascido em Cambridge, Inglaterra, David Jon Gilmour se interessou por música desde a infância. Incentivado pelos pais, aprendeu a tocar guitarra com ajuda de um livro e seus discos.

Paralelamente aos primeiros passos com a banda Jokers Wild, realizou alguns trabalhos como modelo para se sustentar.

Em 1967 foi convidado a se juntar ao Pink Floyd, inicialmente ajudando a cobrir os lapsos de Syd Barrett ao vivo. Acabou substituindo o amigo de infância. A partir da metade dos anos 1980 se tornou o líder do grupo, posição sustentada até o final.

Lançou discos solo, além de participar de trabalhos com Paul McCartney, Kate Bush, The Who, B.B. King, Paul Rodgers e Elton John, entre vários outros.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

Leia também:  Rudolf Schenker explica a diferença entre ele e Michael Schenker
ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasDavid Gilmour trabalha com orquestra e coral no que deve ser seu...
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades