A reação de Ace Frehley ao ser obrigado a gravar solo de Eddie Van Halen, segundo Gene Simmons

Trecho composto para “Christine Sixteen” teve de ser executado fielmente pelo Spaceman, que não gostou nada disso

Gene Simmons é creditado como o “descobridor” do Van Halen — e chegou a aproveitar um pouco do talento dos irmãos Eddie (guitarra) e Alex (bateria) para o Kiss. Algumas demos feitas para o álbum “Love Gun” (1977) foram gravadas pelo cantor/baixista junto da dupla, com direito a preservar um detalhe importante em uma das músicas.

Quem se deu mal foi Ace Frehley. O guitarrista da banda mascarada não ficou nada feliz em ter que gravar, nota por nota, um solo criado por Eddie Van Halen para a canção “Christine Sixteen”.

- Advertisement -

Em entrevista ao Artists On Record Starring ADIKA LIVE! (via Ultimate Guitar), Simmons explicou que levou os irmãos a um estúdio para gravar demos do Van Halen. Então, aproveitou a presença para registrar algumas ideias próprias.

Gene relembrou a já bastante disseminada história, mas destacou algo que geralmente ele não comenta nas entrevistas: a reação de Ace. Ele disse:

“Eu fiz demos com Alex e Eddie Van Halen. Você pode procurar no Google e dar uma olhada. E o solo de guitarra em ‘Christine Sixteen’, nota por nota… eu fiz Ace aprender aquele solo. E ele ficou furioso: ‘eu quero compor meu próprio solo!’. Eu falei: ‘eim, mas não é tão bom, Eddie tem um melhor’. Aquelas notas são o solo de Eddie nota por nota.”

Além da citada “Christine Sixteen”, outras duas músicas daquelas sessões foram aproveitadas. “Got Love For Sale” também saiu em “Love Gun”, enquanto “Tunnel of Love” foi usada por Simmons no ano seguinte, em seu álbum solo.

Leia também:  Steve Morse mantém contato com ex-colegas de Deep Purple? Ele responde

Gene Simmons e a descoberta do Van Halen

Como não poderia deixar de ser, Gene Simmons se orgulha muito de ter “descoberto” o Van Halen em 1976, na boate Starwood, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Na época, o vocalista e baixista do Kiss estava saindo com Bebe Buell, que depois teria um relacionamento com Steven Tyler, do Aerosmith — juntos, inclusive, Bebe e Steven tiveram como filha a atriz Liv Tyler.

Em entrevista à Guitar World, ele relembrou a impressão que a banda lhe causou, com o óbvio destaque para Eddie Van Halen e o vocalista David Lee Roth. O músico não estava esperando, já que o grupo era o antepenúltimo da noite, bem distante da posição de “atração principal”.

Leia também:  A reação de Patti Smith após ser citada em álbum de Taylor Swift

“Era como uma sinfonia. Olhei e só tinha um cara (Eddie) no palco, fazendo aquele tapping de duas mãos que eu nunca havia visto alguém fazer antes. Eles fizeram o show e eu sabia que tinha que contratá-los. Havia um cara (David Lee Roth) sem camisa pulando e fazendo acrobacias. Eu os levei a Nova York e produzi uma demo deles.”

Intitulada “Zero”, a demo foi produzida inicialmente no estúdio Village Recorder, em Los Angeles, e concluída no lendário Electric Lady Studios, em Nova York.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesA reação de Ace Frehley ao ser obrigado a gravar solo de...
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes é jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). Interessado em música desde a infância, teve um blog sobre discos de hard rock/metal antes da graduação e é considerado o melhor baixista do prédio onde mora. Tem passagens por Ei Nerd e Estadão.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades