O grande mérito de Andre Matos enquanto cantor, na opinião de Fabio Lione

Atual vocalista do Angra também revelou quais músicas trazem as melhores performances do saudoso colega de profissão, falecido em 2019

Não há como negar o talento de Andre Matos, vocalista original do Angra falecido em 2019. Até mesmo os cantores que o sucederam na banda reconhecem sua qualidade.

O atual titular da posição na banda, Fabio Lione, falou sobre o assunto em entrevista de 2022 ao Wikimetal. Durante o bate-papo, revelou o que considera ser o grande mérito de seu velho amigo enquanto cantor, além de ter feito outros comentários.

- Advertisement -

Inicialmente, o ex-vocalista do Rhapsody of Fire destacou as músicas do Angra com as melhores performances do saudoso colega. Ele listou:

“Gosto muito de ‘Carolina IV’, é uma das que gosto mais. Gosto muito de ‘Gentle Change’ e ‘Wings of Reality’.”

Lione deixou claro que Matos e ele têm estilos diferentes de se cantar. Por isso, as releituras feitas em shows não deveriam embalar grandes comparações entre os dois.

“Claro, o jeito de cantar é diferente. O Andre tinha uma voz fina e aguda, talvez falsete, e é como imaginar ele cantando ‘Lamento Eroico’, do Rhapsody; não é bem o estilo dele.”

Os dois cantores se admiravam, a ponto do próprio Andre ter perguntado sobre a Fabio sobre sua performance em “Lamento Eroico”.

Leia também:  A clássica linha de baixo dos Beatles que Paul McCartney copiou de Chuck Berry

“Ele me falou muito disso. Ele gostava de uma música do Rhapsody e perguntou: ‘como você faz pra cantar essa música?’. E eu também falei com ele porque lembro a primeira vez que ouvi ‘Time’, ‘Never Understand’ e também ‘Carry On’. São músicas que te deixam meio: ‘uau’.”

O grande mérito, segundo Fabio Lione

Na sequência, Fabio Lione descreveu o que considera ser o grande mérito de Andre Matos enquanto cantor: ter um estilo pessoal que o torna inconfundível.

“Acho que o importante é evoluir no próprio estilo e o Andre foi bom nisso porque ele conseguiu chegar em um estilo pessoal e isso é importante, especialmente para um vocalista.”

O exemplo da própria mãe de Lione foi citado para complementar a reflexão sobre o assunto.

“Minha mãe não escuta metal, então a maioria dos vocalistas que ela escuta, ela fala: ‘parece o mesmo cara que cantou ontem’. Porque a maioria dos vocalistas têm o mesmo jeito de cantar, então, para uma pessoa que está fora do rock e metal, pode parecer o mesmo cara. E isso não acontece quando você tem uma coisa que é única. O Andre tinha (isso). Ele tinha um timbre de voz, um estilo musical. Mais que a técnica vocal, acho que é importante a personalidade.”

Sobre Andre Matos

Nascido em São Paulo, Andre Coelho Matos se tornou vocalista do Viper aos 13 anos. Permaneceu entre 1985 e 1990, gravando dois discos. Retornou entre 2012 e 2015.

Leia também:  O grande diferencial de Randy Rhoads na guitarra, segundo Bob Daisley

Após se dedicar aos estudos, ajudou a formar o Angra na primeira metade dos anos 1990. A banda se tornou uma das principais do Power Metal, realizando turnê pela Ásia e Europa, onde também obteve vendas significantes. Lançou três discos de estúdio, além de EPs.

Saiu junto com o baixista Luis Mariutti e o baterista Ricardo Confessori, formando o Shaman. Após dois discos, o grupo se separou. Retornaram em 2018.

Além da carreira solo, integrou projetos como Virgo e Symfonia. Também participou de discos do Avantasia, Epica, Aina, Avalanch, Soulspell, Hamlet e Time Machine, entre outros.

Morreu dia 8 de junho de 2019, aos 47 anos, vítima de infarto do miocárdio.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesO grande mérito de Andre Matos enquanto cantor, na opinião de Fabio...
Igor Miranda
Igor Miranda
Igor Miranda é jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital. Escreve sobre música desde 2007. Além de editar este site, é colaborador da Rolling Stone Brasil. Trabalhou para veículos como Whiplash.Net, portal Cifras, revista Guitarload, jornal Correio de Uberlândia, entre outros. Instagram, Twitter e Facebook: @igormirandasite.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades