Por que bandas colocavam no contrato que não tocariam após o Charlie Brown Jr, segundo Di Ferrero

Graças à presença de palco de Chorão, banda entregava um público com energia impossível de ser mantida

Em meados dos anos 2000, a cena do rock nacional se misturava com a cena emo. Em meio aos diversos festivais existentes na época, o Charlie Brown Jr se estabeleceu como um headliner imbatível, assim como revelado em 2021.  

Em entrevista de 2021 ao Flow Podcast, Di Ferrero, consagrado como vocalista do NX Zero, relembrou a indescritível presença de palco de Chorão e revelou por que nenhuma banda aceitava se apresentar depois do CBJr.

- Advertisement -

“Ninguém tocava depois do Charlie Brown. Todo mundo tinha medo, né? Porque, assim, o público saía morto, cansado, do show deles. O cara era uma entidade. O Chorão era um cara que se a gente tiver aqui trocando ideia, você sente que alguém entrou [na sala], ele ocupa o lugar, tem uma presença que não precisa nem olhar. Então, no palco, o cara era assim. E tinha banda que tinha no contato que não tocava depois, porque era f#da, e também porque ele atrasava pra caralho.”

Di ainda abordou a influência da banda para sua formação musical e como foi conhecer seu ídolo. 

“Adoro esse cara. No primeiro show depois que o Chorão morreu, no primeiro show que o Champignon fez com a outra banda (A Banca), eu participei. Eu sempre queria estar presente, porque realmente faz parte da minha formação musical. Tem ídolos e pessoas que você conhece pessoalmente e para de gostar. Mas tem uns que você [passa] a gostar mais. E o Chorão foi esse.” 

Chorão e Charlie Brown Jr

Alexandre Magno Abrão, mais conhecido como Chorão, nasceu em São Paulo no dia 9 de abril de 1970. Consagrou-se como vocalista, compositor, membro fundador e líder da banda Charlie Brown Jr.

Leia também:  Quando seguranças de Andy Taylor deram uma surra em Vince Neil

De família humilde, Chorão teve uma infância conturbada, marcada pelo divórcio dos pais e pela rebeldia que o levou aos 14 anos a praticar skate, esporte onde se destacou e se profissionalizou na década de 1980.

Iniciou a trajetória na música por acaso, cantando de improviso em um bar. Logo foi convidado para assumir os vocais da banda santista What’s Up, onde conheceu o baixista Champignon, com quem mais tarde formou o Charlie Brown Jr. A banda se tornou popular no circuito de shows de Santos e de São Paulo. No início da década de 1990, assinaram contrato com a gravadora Virgin Records.

O álbum de estreia “Transpiração Contínua Prolongada” (1997) lançou o grupo ao estrelato, e os tornou um dos maiores fenômenos do rock nacional do fim da década de 1990 e início dos 2000. O sucesso foi mantido nos anos seguintes, mesmo com mudanças de formação que fizeram do cantor o único integrante a participar de toda a trajetória.

Leia também:  As músicas dos Beatles em “Sgt. Peppers” que John Lennon não gostava

Chorão faleceu no dia 6 de março de 2013, aos 42 anos de idade, em decorrência de uma overdose de cocaína.

NX Zero e a turnê “Cedo ou Tarde”

O NX Zero interrompeu suas atividades em 2017. Di Ferrero, o guitarrista Gee Rocha, o baterista Daniel Weksler, o baixista Conrado Grandino e o guitarrista Filipe seguiram com outros projetos, até que conversas sobre um possível reencontro surgiram.

A retomada ocorreu em 2023 com a turnê “Cedo ou Tarde”, que contou com mais de 35 shows por todo o Brasil. As apresentações finais foram realizadas no estádio Allianz Parque, em São Paulo.

Segundo Gee em entrevista ao G1, a pandemia e a saudade guiaram a decisão de volta.

“Deu um pouco de saudade, tanto para a gente quanto para todo mundo. A gente sentiu essa nostalgia. E era um momento muito bom para a gente voltar. São 22 anos de banda vamos comemorar mais um pouco, todo mundo junto. Vai ser massa.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesPor que bandas colocavam no contrato que não tocariam após o Charlie...
Tairine Martins
Tairine Martinshttps://www.youtube.com/channel/UC3Rav8j4-jfEoXejtX2DMYw
Tairine Martins é estudante de jornalismo na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Administra o canal do YouTube Rock N' Roll TV desde abril de 2021. Instagram: @tairine.m

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades