A desavença entre Fred Durst e Scott Stapp, com direito a convite para sair na porrada

Vocalista do Creed foi definido pelo frontman do Limp Bizlit como “um egomaníaco que pensa ser Michael Jackson”

Fred Durst não tem fama de encrenqueiro à toa. Mais comedido atualmente, o vocalista do Limp Bizkit já chamou briga com quase todo mundo dentro do rock, do indie ao metal. Uma das situações ocorreu na virada do século e envolveu Scott Stapp, frontman do Creed.

Tudo começou em 2000, no festival Dysfunctional Family Picnic. Realizado anualmente em Nova York, entre 1997 e 2004, o evento reuniu na edição do ano em questão as duas bandas, além de Ozzy Osbourne, Deftones, Stone Temple Pilots, Godsmack, Sevendust e CTOE.

- Advertisement -

O Limp Bizkit estava uma hora atrasado para o seu show. Enquanto a gravadora Interscope tentava amenizar o potencial revés do atraso, supostamente fingindo que havia confusão sobre os tempos de palco, Durst resolveu o problema por conta própria. Depois de subir ao palco com seu chapéu característico dos Yankees e bravata inabalável, decidiu causar um pouco de drama logo no início do set.

Antes de iniciar a segunda música, “Break Stuff”, Fred declarou, conforme lembrança da Metal Hammer:

“Quero dedicar a próxima música ao vocalista do Creed. Esse cara é um egomaníaco, ele é um moleque maldito e está nos bastidores agora agindo como o maldito Michael Jackson. F*da-se esse filho da p*ta!”

O cantor também acrescentou que haveria uma “cabine com travesseiros e cobertores” para quando o Creed estivesse tocando, o que chegou a repercutir até mesmo no Brasil, sendo destaque na revista Showbizz.

Stapp não revidou, simplesmente comentando:

“É preciso muito mais coragem para dizer algo na cara de alguém do que pelas costas.”

Mas a coisa não parou por aí. Quando Durst apareceu no MTV Total Request Live (o Disk MTV americano), transmitido dos bastidores do evento, foi apresentado com a chamada: “Onde quer que esteja Fred, sempre há problemas”. O líder do Limp Bizkit imediatamente provou que essa afirmação estava correta quando dobrou seu ataque a Stapp.

“O cara está louco, pensa que é um ser humano melhor que todo mundo. Você passa pelo camarim e o pessoal dele olha para você e diz: ‘Não se aproxime da banda, não fale com a banda, não olhe para a banda’”.

Creed rebate Fred Durst

Posteriormente, o Creed publicou um comunicado onde declarou:

“Estamos extremamente desapontados que Fred Durst tenha tornado públicos seus sentimentos pessoais em relação a nós, considerando que nunca o conhecemos ou falamos com ele. Mas estamos ainda mais desapontados por ele estar manipulando a mídia e a verdade ao nos usar como bode expiatório para suas próprias ações imaturas e egoístas.”

A nota ainda acusava Durst de atrasar propositalmente o show do Limp Bizkit por não estar em uma posição mais alta no lineup do festival.

“Apesar de várias pessoas tentarem convencê-lo a subir ao palco por quase uma hora, Fred finalmente concordou em tocar somente depois de ‘terminar o jantar’.”

Posteriormente, o Creed questionou a maneira como Durst tratou outra banda do nu metal, o Taproot. Quando os novatos recusaram uma oferta da Interscope, cujo frontman do Limp Bizkit era vice-presidente sênior de A&R, ele lhes enviou uma mensagem de voz enfurecida e carregada os acusando de estragar tudo.

“Os comentários vulgares e ameaças violentas são totais indicativos de uma mentalidade mafiosa. Se Fred deseja representar nossa indústria como vice-presidente sênior de uma grande gravadora, deveria considerar a leitura do livro sobre controle da raiva que enviamos a ele.”

Intimação para o ringue

Obviamente, não demorou muito para Durst revidar, desta vez sugestionando uma troca de socos – bem antes de youtubers e influenciadores digitais decidirem brincar de trocar bordoadas em ringues.

“O Creed deveria passar mais tempo dando autógrafos do que escrevendo sobre mim. Uma luta de boxe parece divertida, mas prefiro não recorrer à violência, já que estou ocupado fazendo uma turnê gratuita [a turnê Back To Basics com Cypress Hill em julho de 2000].”

Creed e Limp Bizkit

Atualmente o Creed prepara sua segunda reunião, enquanto o Limp Bizkit se agarra como pode no sucesso que lhe resta. Talvez fosse uma boa hora para realizar o confronto pugilístico – embora tanto Fred quanto Scott estejam muito velhos para tal.

Leia também:  Bruce Dickinson cita Andre Matos entre cantores que mais admira

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesA desavença entre Fred Durst e Scott Stapp, com direito a convite...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades