“Anitta faz o que bandas de rock deviam fazer”, diz João Gordo sobre posicionamento

Vocalista do Ratos de Porão também falou sobre política e classificou a si próprio como um "filho da p*ta em desconstrução"

O vocalista e apresentador João Gordo aprova a postura da cantora Anitta em relação ao cenário político brasileiro. Sempre combativa nas redes sociais, ela foi elogiada pelo frontman do Ratos de Porão, que cobrou o mesmo tipo de atitude das bandas de rock brasileiras.

Gordo deu uma longa entrevista para o Uol Tab onde falou sobre diversos assuntos, incluindo problemas de saúde que vem enfrentando nos últimos anos. Em relação a Anitta, ele não poupou elogios e ainda aproveitou para alfinetar músicos de rock e os chamados “isentões”, que evitam ao máximo se posicionar.

“Ela tá lá em primeiro lugar na Billboard, bombando e peitando fascista aqui. Acho super importante. A Anitta faz o que as bandas de rock deviam fazer, as bandas todas reaças. E tem os isentões. A essa altura do campeonato, se você ficar em cima do muro você é de direita.”

- Advertisement -

No âmbito social, o cantor do Ratos de Porão se classifica como um “filho da p*ta em desconstrução”. A convivência com os filhos tem feito com que ele reveja certas posturas e principalmente brincadeiras que não cabem no mundo atual. No entanto, ele reitera que sempre foi contra o nazismo e a extrema-direita.

“Até pouco tempo atrás eu tinha atitudes de bolsominion, não politicamente, mas eu fazia brincadeiras escrotas. Fui criado assim, não tinha consciência disso. ‘Traveco’ para mim era a palavra que designava travesti. A minha filha abriu meus olhos pra isso e muita coisa que veio acontecendo nos últimos anos foi abrindo meus olhos.”

Leia também:  Foo Fighters toca a inédita “Unconditional” em show na Inglaterra

“Agora é moda ser assim”

Citando a música “Farsa Nacionalista”, lançada pelo Ratos de Porão no álbum “Brasil”, de 1989, João Gordo teceu críticas ao atual presidente da República, Jair Bolsonaro.

“A gente era tão ignorante quanto esse povo (de extrema-direita). Só que agora é moda ser assim. O imbecil, o bobão da vila falava m*rda no boteco, aí de repente ele junta uma galera e um vira presidente porque pensa igual a eles. ‘Farsa Nacionalista’ na época era música pros carecas ‘fascio’ (fascistas), agora é pra todo mundo.”

Leia a entrevista completa no Uol Tab.

Ratos de Porão e João Gordo atualmente

Em maio o Ratos de Porão lançou seu álbum mais recente, “Necropolítica”. Paralelamente, Gordo deu início ao projeto Brutal Brega. Como o nome indica, a ideia da banda é registrar versões com abordagem rock para clássicos da chamada música brega nacional.

Durante a pandemia também saiu o EP “Unholy Ceremony Heretic”, do projeto Lockdown, do vocalista, que também conta com membros do Korzus e Claustrofobia.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotícias“Anitta faz o que bandas de rock deviam fazer”, diz João Gordo...
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes é jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). Interessado em música desde a infância, teve um blog sobre discos de hard rock/metal antes da graduação e é considerado o melhor baixista do prédio onde mora. Tem passagens por Ei Nerd e Estadão.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades