Phil Labonte critica Tom Morello por pedal de wah com citação de Lenin

Vocalista do All That Remains cita assassinato da família real russa e quer saber quanto dinheiro guitarrista ganha por equipamento com fala de líder bolchevique

Pelo visto, não é apenas uma parte do público que não sabe das convicções políticas dos membros do Rage Against the Machine. O vocalista do All That Remains, Phil Labonte, também não parece muito antenado com a temática da banda.

Conforme destacado pelo Loudwire, tudo começou quando o frontman compartilhou uma efeméride lembrando os 104 anos da execução dos Romanov, família imperial russa. O czar Nicolau II, sua esposa Alexandra e os 5 filhos, além dos que os acompanharam na prisão, foram mortos pelas tropas bolcheviques no exílio forçado em Ecaterimburgo.

Labonte escreveu:

“Os comunistas são ontologicamente maus.”

A seguir, o músico publicou uma foto do pedal wah signature de Morello, fabricado pela Dunlop, com uma frase de Vladimir Ilyich Ulianov, o líder comunista soviético popularmente conhecido como Lenin: “Às vezes a história precisa de um empurrão”.

Phil postou a imagem do pedal com a frase:

“O assassinato dessa família foi um desses empurrões.”

A seguir, concluiu:

“Gostaria de saber quanto dinheiro Morello ganha com a expropriação capitalista de trabalhadores em países do 3º mundo que fabricam este pedal.”

Uma foto que mostra melhor a frase pode ser conferida abaixo.

Rage Against the Machine em turnê de reunião

Atualmente, o Rage Against the Machine realiza sua turnê de reunião, após 11 anos de atividades interrompidas. Em março último, Tom Morello falou à Metal Hammer sobre pessoas que ainda não entenderam a mensagem da banda.

“Quem me acompanha e ainda se ofende por minhas posições políticas simplesmente não é inteligente o suficiente para entender o que faço. E se você for um supremacista branco ou protofascista, minha música não é para você mesmo, ela é CONTRA você.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

1 comentário
  1. O incrível é se falar de comunismo depois de tudo que já se sabe sobre esse método de inveja, corrupção e assassinato em massa.
    Sim, comunismo é um método.
    Bem diferente do livre mercado que é a destruição criativa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
10
Share