Foto: Stefan Brending / CC BY-SA 3.0

As 3 melhores músicas de Chester Bennington na opinião de ex-colega de banda

Sean Dowdell, baterista do Grey Daze, escolheu canções de diferentes bandas e momentos da carreira do vocalista

Apesar de ser mais lembrado pelo Linkin Park, a história de Chester Bennington teve outros capítulos anteriores e paralelos. Em entrevista à nova edição da Metal Hammer, o baterista Sean Dowdell, colega do cantor no Grey Daze, foi convidado a escolher 3 músicas que definem o falecido músico.

Antes, aproveitou para lembrar a surpresa que o vocalista causou em sua audição.

“Ele não parecia um frontman ou estrela do rock para mim. Era um garoto jovem e nerd. Usava óculos e tinha o cabelo muito curto. Então ele cantou… e eu calei minha boca. Ficamos todos sem chão.”

Confira a lista a seguir.

As melhores músicas de Chester Bennington para Sean Dowdell

Linkin Park – “Lying from You” (do álbum “Meteora”, 2003)

“Foi a canção que realmente desenvolveu minha apreciação pelo que aqueles caras estavam fazendo na época. Eu não sou um grande fã de rap ou hip hop, mas amo as letras e o groove. Gosto do jeito que a banda detona no refrão. Acho que é a melhor música deles.”

Dead By Sunrise – “Let Down” (do álbum “Out of Ashes”, 2009)

“Essa é realmente tocante no aspecto emocional para mim. Fala de quem Chester era como ser humano, do jeito que eu me lembro dele. A parte em que diz ‘Eu não quero ser decepcionado’ é comovente e significativa.”

Grey Daze – “In Time” (do álbum “Amends”, 2020)

“É uma música muito poderosa. Há um momento em que ele grita a palavra ‘pain (dor)’, e oh cara, me dá arrepios quando o ouço cantar essa parte. Ele também diz: ‘Às vezes as coisas podem desmoronar, mas quando você menos espera, talvez as coisas melhorem.’”

Mês passado o Grey Daze lançou o álbum “The Phoenix”, com mais registros do passado reaproveitados. O disco traz contribuições de Dave Navarro (Jane’s Addiction), Richard Patrick (Filter) e as filhas de Chester Bennington, Lily e Lila.

Sobre Chester Bennington

Nascido em Phoenix, Arizona, Chester Charles Bennington começou a carreira no Sean Dowdell And His Friends?, passando para o Grey Daze na sequência. O grupo lançou dois discos na metade dos anos 1990. Em tempos recentes, disponibilizou mais material.

Na virada do século se juntou ao Xero, que se tornaria o Linkin Park. A banda foi uma das maiores de sua geração, lançando sete álbuns de músicas inéditas e vendendo mais de 100 milhões de cópias em todo o mundo.

Também foi um dos cofundadores do Dead By Sunrise, que lançou apenas um trabalho: Out Of Ashes, de 2009. Em 2013, assumiu os vocais do Stone Temple Pilots em substituição a Scott Weiland. A parceria durou dois anos e rendeu o EP High Rise.

Cometeu suicídio dia 20 de julho de 2017, na sua casa em Palos Verdes Estates, Califórnia.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

*Foto: Stefan Brending / CC BY-SA 3.0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
5
Share