Tributo a Taylor Hawkins nos EUA terá músicos do Kiss, Mötley Crüe, RHCP e mais

Dois eventos homenageiam falecido baterista do Foo Fighters no próximo mês de setembro: um em Los Angeles e outro em Londres, na Inglaterra

A organização do Taylor Hawkins Tribute Concerts, que promove dois shows em homenagem ao falecido baterista do Foo Fighters, divulgou a lista de músicos que vai participar de um dos eventos, no The Kia Forum, em Los Angeles, Estados Unidos, no dia 27 de setembro. São eles:

  • Geddy Lee e Alex Lifeson (Rush);
  • Brian May (Queen);
  • Nikki Sixx (Mötley Crüe);
  • Josh Homme (Queens of the Stone Age);
  • Miley Cyrus;
  • Mark Ronson;
  • Alanis Morissette;
  • Gene Simmons (Kiss);
  • Chad Smith (Red Hot Chili Peppers);
  • Wolfgang Van Halen (Mammoth WVH);
  • Músicos do Foo Fighters (Dave Grohl, Nate Mendel, Chris Shiflett, Pat Smear e Rami Jaffee).

Anunciados anteriormente, os convidados para o show do estádio de Wembley, na Inglaterra, marcado para 3 de setembro, são:

  • Geddy Lee e Alex Lifeson (Rush);
  • Roger Taylor e Brian May (Queen)
  • Liam Gallagher (Oasis);
  • Stewart Copeland (The Police);
  • Chris Chaney (Jane’s Addiction);
  • Josh Homme (Queens of the Stone Age);
  • Chrissie Hynde (Pretenders);
  • Dave Chappelle;
  • Wolfgang Van Halen (Mammoth WVH);
  • Omar Hakim;
  • Membros da banda de covers de Hawkins, Chevy Metal;
  • Músicos do Foo Fighters (Dave Grohl, Nate Mendel, Chris Shiflett, Pat Smear e Rami Jaffee).

Os ingressos para ambos os shows estarão disponíveis a partir de sexta-feira (17), às 9h, horário local. A promessa é de que mais convidados também serão anunciados.

A renda dos dois shows será destinada a instituições de caridade no Reino Unido e nos Estados Unidos escolhidas pela família Hawkins.

Sobre os shows, o Foo Fighters afirma em comunicado:

“Como uma das figuras mais respeitadas e amadas da música moderna, o talento monolítico e a personalidade magnética de Taylor o tornaram querido por milhões de fãs, colegas, amigos e lendas musicais em todo o mundo. Milhões lamentaram sua morte prematura em 25 de março, com tributos sinceros e apaixonados vindos de fãs e músicos que Taylor idolatrava.”

Alison Hawkins, viúva do músico, também se pronunciou em texto. Confira:

“Meus mais profundos agradecimentos e admiração vão para a comunidade global do Foo Fighters e para os fãs em todo o mundo pelas demonstrações de amor que cada um de vocês ofereceu ao nosso amado Taylor. A gentileza tem sido um conforto inestimável para minha família e para mim durante este período de dor inimaginável.

Como esposa de Taylor e em nome de nossos filhos, quero compartilhar o quanto vocês significavam e como ele era dedicado a dar o máximo durante cada apresentação. Taylor teve a honra de fazer parte do Foo Fighters e valorizou o papel dos seus sonhos na banda a cada minuto de seus 25 anos com eles. Consideramos cada membro do grupo e a extensa equipe nossa família.

O espírito cativante de Taylor e o profundo amor pela música viverão para sempre através das colaborações que ele tanto gostava de ter com outros músicos, além do catálogo de canções que criou e com as quais contribuiu.

Em comemoração à sua vida, agora cabe a todos nós que mais o amamos honrar o legado e a música que ele nos deu.

Obrigado a todos novamente pelo amor e simpatia. Taylor amou todos vocês e nós também os amamos.

Com gratidão, Alison Hawkins.”

Sobre Taylor Hawkins

Nascido em 17 de fevereiro de 1972, em Forth Worth, no Texas, Estados Unidos, Oliver Taylor Hawkins começou sua carreira tocando com a cantora Sass Jordan no início dos anos 1990. Depois, integrou a banda de Alanis Morissette, fazendo parte da formação que tocou na turnê de seu álbum de maior sucesso, “Jagged Little Pill”. Ele aparece nos clipes de “You Oughta Know”, “All I Really Want” e “You Learn”, bem como no vídeo ao vivo “Jagged Little Pill, Live”.

A entrada de Hawkins para o Foo Fighters se deu em 1997, após o líder da banda, Dave Grohl, ficar insatisfeito com o baterista anterior, William Goldsmith. Com a chegada de Taylor, o grupo ganhou solidez, já que o músico permaneceu na formação até seu falecimento.

Ao todo, Taylor Hawkins gravou sete álbuns de estúdio com o Foo Fighters. O mais recente, “Medicine at Midnight”, saiu em fevereiro de 2021. 

Paralelamente, criou em 2004 o projeto Taylor Hawkins and the Coattail Riders, onde assumia o vocal. Dez anos depois lançou o The Birds of Satan, projeto com uma pegada mais progressiva e power pop. Também gravou e excursionou com Coheed and Cambria, Brian May, Slash e Kerry Ellis, entre outros.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
22
Share