Foto: David Thorpe / Rex USA

Pete Townshend planejou deixar o The Who antes de Keith Moon morrer

Guitarrista também relembrou que baterista estava mantendo hábitos menos destrutivos antes de falecer, em setembro de 1978

Pete Townshend relembrou seu antigo colega de The Who, o baterista Keith Moon, em depoimento à série Words + Music, da Audible. O guitarrista e eventual vocalista da banda reconheceu ter ficado chocado com a morte do amigo, que realmente parecia estar se dedicando a manter hábitos menos destrutivos nos últimos dias de vida.

Conforme transcrito pela Guitar World, ele declarou:

“O maior choque foi que ele realmente estava se esforçando para ficar bem. E parecia estar dando certo. Nas duas semanas antes da morte, me ligava todas as noites, ali por onze e meia para dizer que me amava e para eu dormir bem.

No fim das contas, o que o matou foi justamente o remédio que estava tomando, Heminevrin, um anticonvulsivo.”

Townshend ainda revelou ter pensado em deixar o The Who antes da morte de Moon. A decisão foi tomada durante as gravações do último disco da formação clássica.

“Concluí que deveria sair nas sessões de ‘Who Are You’ (1978). Estávamos gravando ‘Music Must Change’ e Keith não conseguia sequer acompanhar a melodia dela, que é muito simples. Tivemos que usar alguns efeitos para disfarçar. Só mudei de ideia após seu falecimento, pois senti que precisava honrá-lo.”

Keith Moon, o baterista do The Who

Nascido em Wembley, Inglaterra, Keith John Moon era uma criança hiperativa. Seu professor de artes o descreveu em registro como “retardado artisticamente, idiota em outros aspectos”. Após ter aulas com Carlo Little, baterista do Screaming Lord Sutch, integrou suas primeiras bandas, o The Escorts e o The Beachcombers.

Em 1964 se juntou ao The Who, substituindo Doug Sandom. Tornou-se a figura mais carismática junto aos fãs, além de ser reconhecido como um dos principais músicos de todos os tempos, muito por conta de seu jeito pouco usual de abordar o instrumento.

Morreu no dia 7 de setembro de 1978, em decorrência de uma overdose medicamentosa agravada pelo consumo excessivo de álcool. Keith era padrinho de Zak Starkey, filho de Ringo Starr (Beatles) e seu atual substituto na banda que o consagrou.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
7
Share