David Gilmour repudia invasão russa à Ucrânia: “Putin deve deixar seu cargo”

“Soldados russos, parem de matar seus irmãos. Ninguém sairá vitorioso dessa guerra”, diz o músico do Pink Floyd nas redes

Em mensagem publicada nas redes sociais, David Gilmour manifestou seu apoio à Ucrânia contra a invasão russa. O vocalista e guitarrista do Pink Floyd declarou:

“Soldados russos, parem de matar seus irmãos. Ninguém sairá vitorioso dessa guerra. Putin deve deixar seu cargo.”

A postagem ainda incluiu o lyric video da música antiguerra “In Any Tongue”, presente no álbum “Rattle That Lock”, de 2015. A letra de Polly Samson – esposa e colaboradora de Gilmour desde o álbum “The Division Bell” do Pink Floyd – descreve soldados morrendo e crianças chorando. “Ouvi dizer que ‘Mama’ soa igual em qualquer língua”, diz o refrão.

A canção possui um significado pessoal para Gilmour e Samson como casal, no contexto da invasão russa da Ucrânia, como o músico explicou no mesmo post.

“Minha nora é ucraniana. Minhas netas querem visitar e conhecer seu lindo país. Parem com isso antes que tudo seja destruído.”

Mundo da música reage à invasão

Nos últimos dias, os fãs estão criticando e cobrando Roger Waters por um posicionamento relacionado aos conflitos. O ex-colega e eterno desafeto de Gilmour (embora politicamente militem do mesmo lado) tem direcionado seus posts em redes sociais a outros assuntos, especialmente sua próxima turnê, “This is Not a Drill”.

Vários artistas têm manifestado reprovação às atitudes russas. Bandas como Green Day e Bring Me the Horizon chegaram a até mesmo cancelar apresentações no país como forma de protesto.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

1 comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
29
Share