Rhapsody of Fire chega ao 13º álbum “Glory for Salvation” com seu film score metal imutável

Décimo-terceiro disco de estúdio da banda italiana traz uma avalanche de momentos épicos, brados de guerra e arranjos grandiosos

Mais de duas décadas já se passaram desde que o Rhapsody, hoje Rhapsody of Fire, despontou na cena power metal como um sopro de novidade. Inspirado pelos gigantes do gênero, além de trilhas cinematográficas, o grupo italiano chamou a atenção por seu estilo elaborado – o que os fez demorar alguns anos para passar a tocar ao vivo – e climático, angariando uma base de fãs fiel pelo planeta.

O tempo passou até que chegou o momento de os criadores do projeto, o guitarrista Luca Turilli e o tecladista Alex Staropoli, seguirem caminhos diferentes. Assim, a banda se separou em diferentes identidades: o primeiro formou o Turilli/Lione Rhapsody com o vocalista Fabio Lione, enquanto o segundo manteve o nome, à época já alterado para Rhapsody of Fire.

“Glory for Salvation”, 13º trabalho de inéditas, chega a público por meio da AFM Records e prossegue a The Nephilim’s Empire Saga, iniciada no anterior, “The Eighth Mountain” (2019). A história deve seguir o formato de trilogia, sendo finalizada no próximo disco.

A obra marca a estreia do novo baterista, Paolo Marchesich. Também é o segundo a contar com o vocalista Giacomo Voli, substituto de Lione – que, além do “outro” Rhapsody, faz parte do Angra atualmente. A verdade é que ouvintes menos atentos e não tão conhecedores da situação talvez nem notassem a diferença nos registros vocais, embora o atual titular, por ser mais novo, esbanje um pouco mais de vigor e tenha pronúncia do inglês com menos sotaque.

Musicalmente, não há muitas novidades naquilo que os próprios músicos denominaram film score metal – e que o resto do mundo conhece como symphonic metal. Portanto, quem sabe o que esperar não se surpreenderá, assim como quem não é adepto não mudará de opinião com o material aqui oferecido.

Sendo assim, ao apertar o play esteja preparado para uma avalanche de momentos épicos, brados de guerra e arranjos grandiosos. Ah, e como tem sido de praxe, as músicas em italiano estão presentes, tanto na íntegra quanto em um mix, como na faixa “Abyss Of Pain II”, melhor momento do play.

Gostando ou não, o Rhapsody of Fire segue com sua abordagem totalmente própria e peculiar.

Ouça “Glory for Salvation” a seguir, via Spotify, ou clique aqui para conferir em outras plataformas digitais.

Rhapsody of Fire – “Glory for Salvation”

  1. Son Of Vengeance
  2. The Kingdom Of Ice
  3. Glory For Salvation
  4. Eternal Snow
  5. Terial The Hawk
  6. Maid Of The Secret Sand
  7. Abyss Of Pain II
  8. Infinitae Gloriae
  9. Magic Signs
  10. I’ll Be Your Hero
  11. Chains Of Destiny
  12. Un’Ode Per L’Eroe
  13. La Esencia De Un Rey

O álbum está na playlist de lançamentos do site, atualizada semanalmente. Siga e dê o play:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
1
Share