Foto: reprodução / YouTube

Greta Van Fleet toca ‘My Way, Soon’ no programa de Stephen Colbert; assista

O Greta Van Fleet se apresentou ao vivo, na noite da última terça-feira (8), no programa ‘Late Show With Stephen Colbert’, exibido nos Estados Unidos pela CBS TV. A banda tocou ‘My Way, Soon’, uma de suas novas músicas que está presente em seu próximo álbum, ‘The Battle at Garden’s Gate’.

O Greta Van Fleet se apresentou ao vivo, na noite da última terça-feira (8), no programa ‘Late Show With Stephen Colbert’, exibido nos Estados Unidos pela CBS TV. A banda tocou ‘My Way, Soon’, uma de suas novas músicas que está presente em seu próximo álbum, ‘The Battle at Garden’s Gate’.

‘My Way, Soon’ foi o primeiro single liberado de ‘The Battle at Garden’s Gate’. A faixa foi divulgada ainda no último mês de outubro. ‘Age of Machine’, outra canção retirada do disco, chegou a público na última semana.

O vídeo da apresentação de ‘My Way, Soon’ pode ser assistido no player a seguir.

https://www.youtube.com/watch?v=L0JElRGazOM

‘The Battle at Garden’s Gate’ chega a público, na íntegra, no próximo dia 16 de abril. Com produção de Greg Kurstin (Foo Fighters, Adele), iniciada ainda em 2019,  foi gravado em dois estúdios na Califórnia (EUA), Henson Recording Studios e No Expectations Studio.

A tracklist do sucessor de ‘Anthem of the Peaceful Army‘ (2018) ainda não foi revelada, mas os títulos de algumas músicas foram confirmados. São elas: ‘Age of Machine’ (que pode ser ouvida abaixo), ‘My Way, Soon‘ (liberada como single anteriormente), ‘Heat Above’, ‘Trip the Light Fantastic’, ‘Tears of Rain’, ‘The Weight of Dreams’ e ‘Broken Bells’.

Ouça as versões de estúdio de ‘My Way, Soon’ e ‘Age of Machine’ a seguir.

Em entrevista à ‘Rolling Stone‘, o vocalista Josh Kiszka comentou que há “definitivamente referências bíblicas” em ‘The Battle at Garden’s Gate’, que é o segundo álbum full-length na carreira da banda. “Não só o título, mas em todo o álbum. Este é um mundo com civilizações antigas nele, assim como nosso próprio universo paralelo. É uma analogia. Cada música tem um tema. Uma ampliação de diferentes culturas e civilizações dentro desse mundo buscando por algum tipo de salvação ou luz”, afirmou.

A reportagem destaca que os integrantes do Greta Van Fleet – Josh e seus irmãos, Jake e Sam Kiszka, respectivamente guitarrista e baixista, além do baterista Danny Wagner – apresentam uma conexão espiritual maior neste momento. Os músicos citaram nomes como o teólogo Alan Watts e o poeta Rudyard Kipling, ambos britânicos, como destaques em suas estantes de livros.

As viagens da banda pelo mundo, certamente, influenciaram o novo material. “Não crescemos na pobreza. Não vimos pessoas implorando na rua. Não vimos pessoas tentando ter um pouco de dinheiro para sobreviver”, afirmou Josh.

Durante a entrevista, Jake Kiszka relembrou-se de uma ocasião no Chile, quando viu uma pessoa da equipe de limpeza do local onde se apresentaram guardando um pouco de comida, já mordida, em sua jaqueta. “Você vê algo assim… coisas assim impactaram quem somos”, disse.

Os músicos descreveram ‘The Battle at Garden’s Gate’ como “sofisticado” e destacaram: “Queríamos fazer algo na escala de uma trilha sonora de filme. Há muito tempo queríamos fazer isso, mas não achávamos que as pessoas estariam prontas”, afirmou.

Capa de ‘The Battle at Garden’s Gate’ – Greta Van Fleet

‘Age of Machine’ está em minha playlist de lançamentos, atualizada semanalmente. Siga e dê o play:

* Foto da matéria: Alysse Gafkjen / divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
0
Share