Foto: Danny Clinch / divulgação

Foo Fighters confirma novo álbum ‘Medicine at Midnight’ e libera música ‘Shame Shame’

O Foo Fighters vai lançar um novo álbum de estúdio, intitulado ‘Medicine at Midnight’, no próximo 5 de fevereiro. A banda já liberou a música ‘Shame Shame’, também a tocando no programa de TV ‘Saturday Night Live’.

O Foo Fighters vai lançar um novo álbum no início de 2021. Intitulado ‘Medicine at Midnight’, o disco chega a público no dia 5 de fevereiro, por meio da RCA / Sony Music.

A informação foi confirmada pela própria banda em participação no programa de TV ‘Saturday Night Live’, no último sábado (7). Na ocasião, eles também tocaram o primeiro single do álbum, ‘Shame Shame’.

Ouça, a seguir, a versão de estúdio de ‘Shame Shame’:

Confira, também, a banda tocando a música ao vivo, no ‘Saturday Night Live’:

https://www.youtube.com/watch?v=Dh_vJ-E337g

Ao longo dos últimos dias, o Foo Fighters vinha indicando que anunciaria seu novo álbum por meio de teasers. Algumas prévias foram colocadas em locais públicos, com imagens que faziam alusão à sigla “FF”, da banda, e ao algarismo romano “X”, em menção ao décimo disco da carreira deles.

‘Medicine at Midnight’ foi produzido por Greg Kurstin em parceria com o Foo Fighters, além de ter sido projetado por Darrell Thorp e mixado por Mark “Spike” Stent. São, ao todo, nove faixas totalizando 37 minutos de duração. A tracklist está ao fim da matéria.

O novo trabalho sucede ‘Concrete & Gold’, divulgado em 2017 e também produzido por Kurstin. A turnê de divulgação passou pelo Brasil em duas ocasiões, em 2018 e 2019. Na primeira, a banda tocou em São Paulo (duas noites), Rio de Janeiro (no estádio do Maracanã), Curitiba e Porto Alegre. Já na segunda, rolou apenas um show, no festival Rock in Rio.

Clique para comprar produtos do Foo Fighters:

Fantasmas e groove

Foto: SNL / divulgação

Em entrevistas recentes, o vocalista e guitarrista Dave Grohl, que lidera o Foo Fighters, tem revelado alguns detalhes curiosos sobre ‘Medicine at Midnight’. Um deles, comentado em bate-papo com a ‘Mojo’, diz respeito às suas gravações, que teriam sido atrapalhadas por forças sobrenaturais.

‘Medicine at Midnight’ foi gravado em uma casa da década de 1940 em Encino, na Califórnia. O endereço do local não poderia ser revelado devido a um acordo de confidencialidade – o dono tenta vender o imóvel.

“No dia seguinte ao início das gravações, todas as guitarras estavam desafinadas. A configuração da mesa de som estava toda desregulada. Algumas gravações estavam faltando e outras que não havíamos feito estavam lá. Eram apenas ruídos estranhos de microfone aberto. Ninguém tocando instrumento, apenas um microfone aberto gravando a sala”, afirmou Dave Grohl.

A banda acabou instalando câmeras para tentar descobrir o que estava acontecendo. E quem procura, acha.

“No começo, nada. Quando estávamos achando que éramos malucos, começamos a ver coisas na câmera que não podemos explicar. Então, descobrimos a história da casa e eu tive que assinar um acordo de confidencialidade com o proprietário, pois ele está tentando vender o lugar. Então, não posso contar, mas essas situações fizeram com que a gente concluísse o álbum rapidamente”, disse.

Eventos sobrenaturais à parte, Grohl revelou, à rádio Alt 98.7, que ‘Medicine at Midnight’ apostará no groove e será como o ‘Let’s Dance’ (1983), de David Bowie, da carreira deles. O álbum em questão aproximou o Camaleão do Rock a estilos como new wave e pop, sendo chamado de “post-disco music”.

“Ele tem essas músicas na pegada de hinos, grandiosas, para cantar junto. É estranho, pois é quase um álbum de música dance de um jeito estranho – não EDM (electronic dance music), discoteca ou dance moderno. É pelo groove. Para mim, é como o nosso ‘Let’s Dance’, de David Bowie. É o que queríamos fazer, pois o pensamento era: ‘vamos fazer um disco pra cima e divertido’.”

Foo Fighters – ‘Medicine at Midnight’

01. Making A Fire
02. Shame Shame
03. Cloudspotter
04. Waiting On A War
05. Medicine At Midnight
06. No Son Of Mine
07. Holding Poison
08. Chasing Birds
09. Love Dies Young

* Foto da matéria: Danny Clinch / divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
0
Share