Como mudança nas ambições pode fazer o rock voltar aos holofotes, segundo Slash

Guitarrista entende que a cena blues atual é muito mais “vibrante” em comparação ao estilo que o consagrou

O mais recente álbum de Slash, “Orgy of the Damned”, é um tributo pessoal ao blues. Não foi a primeira vez que o membro do Guns N’ Roses se aventurou pelo gênero, vide o projeto Slash’s Blues Ball na metade dos anos 1990. E as homenagens não são por acaso, como o próprio deixa claro.

Em recente entrevista ao canal MNPR Magazine, o músico refletiu sobre o que o atrai no estilo que sedimentou as raízes ara aquilo que o consagrou. E deixou claro que a cena atual também o atrai, mais até do que a do rock.

- Advertisement -

Disse o homem da cartola, conforme transcrição do Blabbermouth:

“Eu amo o que está acontecendo na cena do blues. É um ambiente realmente vibrante agora. Eu gostaria que a cena do rock fosse semelhante. [Risos] A cena do blues é ótima. Acho que há muitos músicos realmente interessantes nessa área.”

A solução para o rock

Sendo assim, o que seria viável para reabilitar a cena que o consagrou? Slash tem algumas ideias em mente, baseadas no que tem visto no underground.

“Vejo que há alguns ou muitos garotos que estão fazendo rock and roll por conta própria agora, longe das gravadoras e de todas as besteiras que estavam acontecendo nos anos 90 e na primeira década do milênio. Eles estão criando suas próprias músicas. Ninguém está tentando ganhar dinheiro com isso. Ninguém está tentando conseguir um grande contrato com uma gravadora. As ambições não são limusines e garotas gostosas – é tudo sobre a música. E é realmente importante, porque eu acho que é isso que vai trazer a cena de volta. Digo, ela sempre estará lá, mas essa atitude é legal.”

Leia também:  A opinião de Serj Tankian sobre boicotes a Israel e guerra contra Hamas

No entanto, na hora de contar o que está escutando atualmente, o guitarrista ainda remete ao passado.

“Considerando tudo, ainda estou ouvindo, mais ou menos, muitos dos artistas de sempre. O novo disco do The Black Crowes é ótimo, assim como o do Queens of the Stone Age.”

Slash e “Orgy of the Damned”

“Orgy of the Damned” traz Slash executando uma série de covers para clássicos do blues e do blues rock. Para tal, se cercou de uma série de convidados especiais. Uma resenha completa do trabalho pode ser conferida clicando aqui.

O disco teve seus principais resultados em paradas europeias, chegando ao 2º lugar na Alemanha e 8º no Reino Unido. Nos Estados Unidos, alcançou o 98º posto no The Billboard 200, principal chart do país.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesComo mudança nas ambições pode fazer o rock voltar aos holofotes, segundo...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades