A maior lição que Jon Bon Jovi aprendeu com os Rolling Stones

Vocalista do Bon Jovi teve a oportunidade de conhecer Mick Jagger e companhia antes da fama, trabalhando como ajudante em estúdio

Antes de virar um astro mundial, Jon Bon Jovi trabalhou como ajudante no estúdio de gravação Power Station – localizado em Nova York, nos Estados Unidos, e administrado por seu primo, Tony Bongiovi. À época, o vocalista do Bon Jovi tinha por volta de 18 anos de idade e sonhava em um dia ser um cantor de sucesso. 

Com o emprego, ele conseguiu a oportunidade de conhecer de perto alguns nomes famosos. Entre eles, figuraram os Rolling Stones, com quem aprendeu uma importante ligação. 

- Advertisement -

Durante recente entrevista à People, o artista relembrou o período em questão e, sobretudo, a gentileza de Mick Jagger e companhia. Em suas próprias palavras, mesmo sendo grandes estrelas, os músicos não deixavam a simpatia de lado – o que o impactou. 

“A maior coisa que aprendi enquanto estive lá foi que, quanto maior a estrela, mais agradável é a pessoa por trás. Eram os Rolling Stones que seguravam a porta aberta para você quando você entrava com os hambúrgueres e o café.”

Ele acrescentou, citando o quão atenciosos eram os ídolos:

“Eu não convivia com os Rolling Stones, mas enquanto você estava varrendo o chão ou estacionando seu carro, você conseguia vê-los. As estrelas maiores tiravam um tempo para te dizer: ‘como está indo sua demo?’. Guardei isso comigo”.

Anteriormente, ao participar do podcast Rockonteurs (transcrita pela Ultimate Classic Rock), o vocalista fez a mesma observação. Em tal bate-papo, descreveu os Stones como “muito legais” desde sempre e contou uma curiosa história, na qual Mick Jagger fingiu que ambos tinham uma banda para despistar um paparazzi.

Leia também:  David Gilmour lança cover de banda indie pop com filha Romany nos vocais

“Eu tinha uma banda e estávamos ensaiando a algumas quadras de distância [do estúdio]. [Eu estava] saindo de um táxi, contando meu troco para pagar o taxista… e os Stones saíram de um carro qualquer. Enquanto os Stones entravam no estúdio, um fotógrafo pulou de uma lixeira e o paparazzi começou a tirar fotos. O fotógrafo ficou gritando: ‘Mick, Mick, Mick, Mick, pose pra gente!’ Eu juro que Jagger pegou em mim e disse: ‘aqui está minha nova banda, The Frogs’. E tiramos uma foto.”

Bon Jovi e “Forever”

“Forever”, álbum que celebra 40 anos de carreira do Bon Jovi, sai dia 7 de junho via Island / Universal. O trabalho conta com 12 faixas inéditas. Confira todos os detalhes e ouça o primeiro single, a música “Legendary”, clicando aqui. Um documentário sobre a carreira da banda, “Thank You, Goodnight”, chega no Star+ nesta sexta-feira (26).

Além de Jon, a formação atual da banda conta com Phil X (guitarra), David Bryan (teclados), Tico Torres (bateria) e Hugh McDonald (baixo), além dos músicos de turnê Everett Bradley (percussão) e John Shanks (guitarra). O último citado foi coprodutor de todos os álbuns desde “Have a Nice Day” (2005).

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesA maior lição que Jon Bon Jovi aprendeu com os Rolling Stones
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades