James Hetfield volta a falar sobre ansiedade por sentir-se velho para o Metallica

Músico confessou que sentiu apreensão anormal com o início da "M72" e que passou a duvidar de si antes de iniciar nova etapa de turnê europeia

James Hetfield é honesto a respeito dos próprios sentimentos. O vocalista e guitarrista do Metallica, agora com 60 anos, tem aberto o coração nos últimos tempos sobre seus problemas com ansiedade e insegurança, sobretudo em relação a estar “velho demais” para continuar tocando. 

Um dos desabafos, inclusive, aconteceu em solo brasileiro. Durante show em Belo Horizonte em maio de 2022, encerrando a passagem de uma turnê pelo Brasil, o músico confessou emocionado que, às vezes, sente certo receio no palco, justamente por causa da idade:

- Advertisement -

À época, declarou:

“Preciso dizer que eu não estava me sentindo muito bem antes de vir aqui. Eu me sentia um pouco inseguro, como um cara velho, que não consegue mais tocar – todas essas besteiras que falo a mim mesmo, na minha cabeça. Então eu conversei com esses caras, e eles me ajudaram – simples assim. Eles me deram um abraço e disseram: ‘ei, se você está sofrendo no palco, te daremos apoio’. Isso significa o mundo para mim. E vendo vocês aí, eu (sinto que)… eu não estou sozinho. Eu não estou sozinho e vocês também não.”

As mesmas angústias voltaram a aparecer na “M72 Tour”, iniciada em abril do ano passado para promover o álbum “72 Seasons” (2023). Ao podcast oficial The Metallica Report, conforme transcrição da Ultimate Guitar, o artista revelou que, antes de retomar recentemente a série de shows na Europa após cinco meses “parado”, passou a duvidar da própria capacidade.

“No último mês, o que geralmente acontece, comecei a duvidar de mim mesmo. Começo a me sentir inseguro, pensando ‘bem, estamos velhos, não podemos fazer isso ou aquilo’, toda aquela besteira que todo mundo diz a si mesmo antes de realizar algo com o qual se importa.”

A aflição veio acompanhada de inúmeros pesadelos, como uma forma de se autossabotar, segundo o próprio:

“Tive pesadelos onde eu era o único que se preocupava com o que estamos fazendo. Ficava me perguntando ‘onde está todo mundo?’. Eu aparecia no show, os caras estavam tocando ou tinham umas 200 pessoas nos bastidores e eu me perguntava ‘Cadê minhas coisas? Cadê o setlist? Qual é a música agora?’. E então, o braço da guitarra parecia feito de borracha e tinha apenas duas cordas. E eu pensava ‘cadê meu roadie?’, e o cabo da guitarra não me deixava chegar ao microfone. Coisas bobas assim.”

Leia também:  Slash anuncia transmissão ao vivo de show com sua banda de blues

Porém, ele acredita que tais pensamentos são frutos da ansiedade acumulada. O segredo é não deixar que tal condição prevaleça e focar que, ao final, tudo irá dar certo:

“Tudo o que você precisa fazer é praticar, então a confiança volta muito rapidamente. Faz parte do ciclo: simplesmente acontece. Você tem uma ansiedade acumulada e não pode deixar que ela te domine, porque você tem esse equilíbrio de ansiedade e fé. E assim que você subir ao palco, vai dar tudo certo.”

Preocupações do Metallica

James Hetfield não é o único a lidar com questões do gênero. De acordo com o vocalista e guitarrista, no começo da “M72 Tour”, os outros colegas no Metallica também sofriam com seus próprios temores quanto à performance que entregariam. 

Ele declarou:

“O meu nível de ansiedade estava anormal no início da ‘M72 Tour’. Pensava: ‘como vamos realizar essa primeira etapa dos shows?’. E, claro, meu ego dizia: ‘os outros caras não precisam cantar, não precisam ficar correndo, não precisam fazer tudo isso… ah, ninguém me entende’. Mas assim que eu compartilho essas coisas com os outros caras, eles me respondem: ‘sim, mas eu também sinto ou aquilo’. Então, eu pensava: ‘tá bem, vou ficar com minhas preocupações’ [risos]. É algo conhecido por todos. Sabemos o que estamos enfrentando. E sabemos em que forma precisamos estar. E agora, é só diversão. Já passamos desse estágio, nos acostumamos e o show tem funcionado de forma fantástica.”

Turnê “M72” no Brasil

Aparentemente, os fãs brasileiros terão que esperar um pouco mais do que o imaginado para receber a turnê “M72”. A expectativa era de que o Metallica anunciasse shows no país e restante da América do Sul para depois dos shows marcados para o México, em setembro. Porém, tudo indica que as apresentações no país serão as derradeiras de 2024.

A vinda mais recente da banda aconteceu em 2022. Antes, o grupo veio em 1989, 1993, 1999, 2010, 2011, 2013, 2014, 2015 e 2017. A expectativa é de que a atual excursão se estenda até, aos menos, o final do ano que vem.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasJames Hetfield volta a falar sobre ansiedade por sentir-se velho para o...
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades