Como Ozempic fez hit roqueiro dos anos 70 voltar aos holofotes

Medicamento que recentemente tem virado tema de discussão nas redes sociais usou hit lançado pelo Pilot para seu jingle promocional a partir de 2018

O uso inadequado do Ozempic é frequentemente tema de discussões nas redes sociais. Idealmente, o medicamento injetável é recomendado para tratar a diabetes tipo 2. No entanto, vem sendo utilizado por muitas pessoas com a finalidade de emagrecimento rápido

Kelly Osbourne, filha de Ozzy e Sharon Osbourne, já defendeu publicamente o remédio, por exemplo. Fato é que, por causa da discussão, um hit lançado nos anos 1970 voltou aos holofotes: “Magic”.

- Advertisement -

Originalmente, a faixa saiu em 1974, como um single da banda escocesa de pop/soft rock Pilot. Mais recentemente, em 2009, ganhou um cover pela artista pop Selena Gomez e, então, virou tema publicitário.

Ainda em 2018, o comercial do Ozempic usou parte da canção para o seu jingle promocional — atrelando o característicos “oh, ho, ho” do refrão à inicial do medicamento. 

Uma matéria do New York Times analisou a relação entre a música e a substância. Conversando com o veículo, Jeff Rothstein, presidente-executivo da agência de publicidade da Ozempic, revelou que a ideia era, por meio da canção, “ajudar as pessoas a voltarem para um nível de saúde que tinham quando sua vida era ótima”.

Leia também:  A carta de Ozzy para Tony Iommi pedindo o fim do Black Sabbath

Por isso, a farmacêutica Novo Nordisk, responsável pelo produto, licenciou a faixa através da Sony Music Publishing. Em seguida, o próprio Rothstein contratou uma produtora musical para cuidar da nova versão. 

A partir de 2018, o comercial foi veiculado nos Estados Unidos e Nova Zelândia, onde era permitido. Jeremy Shepler, que liderou o lançamento do Ozempic em território americano, afirmou que, à época, foi “o anúncio de maior repercussão” que já tinha visto.

Enquanto isso, o vocalista e baixista David Paton, um dos responsáveis pela composição, não fazia ideia do que estava acontecendo até começar a receber mensagens dos fãs — já que a Sony não era obrigada a receber permissão dos compositores para comercializar a música. Ele relembrou:

“Fiquei sabendo pelo Facebook. Os fãs me mandavam mensagens dizendo: ‘estou ouvindo ‘Magic’ a cada 20 minutos na minha TV’.”

Não dá para saber ao certo quanto os envolvidos ganharam pela propaganda. Porém, o New York Times conversou com três executivos da indústria musical, a fim de avaliar o valor do acordo. Provavelmente, segundo os especialistas, Paton recebeu uma quantia na casa dos sete dígitos — ou seja, milhões de dólares.

Leia também:  O álbum do Black Sabbath que Bruce Dickinson adora, mesmo dizendo não ser tão celebrado

Fato é que “Magic” tornou-se símbolo do medicamento. Apesar das questões problemáticas no entorno, Paton fica feliz pelo comercial ter dado uma nova vibra à obra do Pilot: 

“Fiquei maravilhado com a repercussão! Sou compositor, portanto, quero vender minha música. Muita gente não conhece o Pilot, mas sabe qual é a música do Ozempic.”

Pilot e “Magic”

David Paton, juntamente do falecido colega de banda Billy Lyall, compôs “Magic”. Nas palavras do cantor, a letra “é apenas sobre o prazer da vida, sobre acordar de manhã”. A faixa faz parte do álbum “From the Album of the Same Name” (1974). 

Em relação ao desempenho, alcançou o 11º lugar na parada de singles do Reino Unido, enquanto conseguiu a quinta posição em 1975 na Billboard Hot 100. Além do comercial do Ozempic, integrou a trilha sonora de filmes como “Herbie – Meu Fusca Turbinado” (2005). 

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesComo Ozempic fez hit roqueiro dos anos 70 voltar aos holofotes
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades