A surpreendente banda prog que Steve Harris adora

Grupo existiu entre 1972 e 1978, fundindo elementos do glam, art e hard rock com o blues britânico

Que Steve Harris é um grande fã do rock progressivo britânico dos anos 1970, todos já sabem. Porém, seus gostos não se resumem aos nomes de sempre, embora ele nunca deixe de citar Jethro Tull, Genesis, ELP, King Crimson e Yes entre as preferências habituais.

De qualquer modo, há outro grupo que não fez tanto sucesso, mas conta com a admiração e o respeito do baixista e líder do Iron Maiden. A revelação veio durante entrevista à revista Prog, em 2015.

- Advertisement -

O condutor da conversa perguntou se era verdade que o músico gostava do Be-Bop Deluxe. Após uma reação bem-humorada no primeiro momento, Steve respondeu:

“Bem, você provavelmente ficaria ainda mais surpreso se eu dissesse que gosto do Talk Talk. Mas sim, eu adoro o Be-Bop Deluxe. Oh, ‘Sunburst Finish’, que álbum!”

Apesar de poder surpreender alguns leitores, Harris deixa claro que não faz pré-julgamentos ao ouvir música.

Leia também:  “Só o Sepultura não pode trocar de membros”, diz Andreas Kisser

“Apenas ouço algo e gosto. Esse é o fim de tudo. Se me agrada, então é isso. Mas as composições de ‘Sunburst Finish’ são absolutamente incríveis. Cada música ali é brilhante.”

Sobre o Be-Bop Deluxe

O Be-Bop Deluxe foi fundado no ano de 1972 em Wakefield, West Yorkshire, Inglaterra. O principal responsável pela sonoridade do grupo foi o vocalista, guitarrista e compositor Bill Nelson, único a ter participado de todas as atividades da banda, que acabou em 1978.

A sonoridade mistura elementos de prog, glam, art e hard rock com o típico blues britânico. Os álbuns de estúdio lançados foram “Axe Victim” (1974), “Futurama” (1975), “Sunburst Finish” (1976), “Modern Music” (1976) e “Drastic Plastic” (1978). O penúltimo obteve o melhor desempenho na parada local, atingindo o 12º posto.

Leia também:  Jeff Scott Soto se machuca e fará shows no Brasil com joelho imobilizado

Bill Nelson atualmente

Aos 75 anos, Bill Nelson segue na ativa, gravando álbuns experimentais e fundindo a música com pintura, produções de vídeo e outras formas alternativas de comunicação. Costuma lançar uma série de discos em um mesmo ano, sem preocupações com repercussão comercial.

Em 2023 disponibilizou quatro: “Marvellous Realms”, “stupid/serious”, “All the Fun of the Fair” e “Starlight Stories”, todos através do selo Sonoluxe, de sua propriedade.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesA surpreendente banda prog que Steve Harris adora
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades