Membro da banda de Kerry King, Phil Demmel foi surpreendido por volta do Slayer

Sem entrar em detalhes, guitarrista admitiu ter feito perguntas que foram respondidas pelos envolvidos

O mundo estava pronto para testemunhar o nascimento da banda do guitarrista Kerry King, dando a partida em sua carreira pós-Slayer. Uma reunião parecia cada vez mais distante, especialmente após o músico ter chutado o balde em entrevistas recentes, escancarando a relação nada amistosa com o baixista e vocalista Tom Araya.

Porém, como todos sabemos, há coisas na vida que não precisam fazer sentido. Poucos dias após King ter jogado o sangue no ventilador (mais condizente com a história), a banda anunciou sua reunião para três shows nos Estados Unidos. Os dois desafetos estarão presentes, assim como o guitarrista Gary Holt (Exodus) e o baterista Paul Bostaph, resgatando a derradeira formação.

- Advertisement -

Mas como os integrantes angariados por King para seu trabalho solo reagiriam? Especialmente o também guitarrista Phil Demmel, que chegou até mesmo a largar de vez o Vio-lence – com direito a despedida em São Paulo, cuja resenha do show pode ser conferida clicando aqui – para se dedicar ao projeto?

Em entrevista ao canal Good Company, do YouTube, o próprio confirmou ter estranhado o ocorrido. Conforme transcrição do Blabbermouth, ele disse:

Leia também:  Como pandemia conduziu volta de Mike Portnoy ao Dream Theater

“Sim, isso me pegou desprevenido. Eu não sabia nada sobre a possibilidade. Ter um show do Slayer anunciado antes mesmo de fazermos um com Kerry King foi muito estranho para mim.”

“O Slayer não é da minha conta”

Ainda assim, Phil garante que todos os pontos foram esclarecidos. Mesmo assim, decidiu que o melhor a fazer era simplesmente não se meter no assunto.

“O Slayer não é da minha conta – o ‘por que’ e o ‘quando’ não são da minha conta. Eu fiz perguntas quando ouvi pela primeira vez a notícia e elas foram respondidas. Estou cem por cento em paz e de bem com tudo o que está acontecendo.”

Cinco anos após o encerramento de suas atividades, o Slayer anunciou que retornará à ativa. A banda confirmou duas apresentações em festivais nos Estados Unidos para setembro. No dia 22, os músicos sobem ao palco do Riot Fest, evento que acontece em Chicago. Já no dia 27, será a vez do Louder Than Life, em Lousville. Ainda haverá uma terceiro no dia 10 de outubro durante o Aftershock, em Sacramento, Califórnia.

Leia também:  Axl Rose lança seu primeiro site oficial próprio

Kerry King solo

From Hell I Rise”, primeiro álbum a levar o nome de Kerry King, sai dia 17 de maio. O trabalho conta com 13 faixas e é descrito como uma extensão sonora do Slayer, com direito a reaproveitar material feito à época de “Repentless”, último disco do grupo.

Além dos já citados Phil Demmel e Paul Bostaph, a formação que acompanha o protagonista conta com Mark Osegueda (Death Angel) nos vocais e Kyle Sanders (ex-Hellyeah) no baixo. A produção do disco é assinada por Josh Wilbur (Lamb of God).

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasMembro da banda de Kerry King, Phil Demmel foi surpreendido por volta...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades