Magnum encerra atividades após morte de Tony Clarkin

Vocalista Bob Catley anunciou que não prosseguirá a banda sem o companheiro de mais de meio século

O vocalista Bob Catley publicou uma mensagem em vídeo nas redes sociais onde anunciou o fim das atividades do Magnum. A banda, que existia desde 1972, perdeu o guitarrista e principal compositor, Tony Clarkin, no início do ano, em decorrência de uma doença degenerativa.

O instrumentista faleceu em 7 de janeiro, cinco dias antes do lançamento do álbum “Here Comes the Rain” – cuja resenha pode ser conferida clicando aqui. Antes mesmo da morte, a turnê de divulgação do trabalho já havia sido cancelada.

- Advertisement -

Diz o comunicado do cantor, conforme transcrição do Blabbermouth:

“Olá a todos, Bob aqui. Eu gostaria de não ter que contar isso a vocês, mas realmente não posso continuar sem Tony. Por favor, me perdoem e espero que possam entender como me sinto. Tenho pensado muito nisso ultimamente. Desde que o perdemos, se foi nossa luz guia, a força magna por trás da banda, nosso compositor, nosso produtor, nosso guitarrista.

Ele era tudo para a banda. Ele era tudo para mim. Nos últimos 50 anos, nunca fomos a lugar nenhum um sem o outro. Em turnê, no estúdio, eu estava constantemente ao lado dele, trabalhando em coisas. Tive uma vida maravilhosa com Tony. Mas agora é demais para mim, pessoal. Não posso continuar sem Tony.”

Planos futuros

A seguir, Bob falou sobre o que pretende fazer daqui por diante. Além de participações constantes no Avantasia, o cantor possui seis álbuns de estúdio. O mais recente, “Immortal”, saiu em 2008.

Leia também:  Temple of the Dog lançou único álbum há 33 anos; veja outros fatos da música em 16 de abril

“Posso aparecer de alguma outra forma em um futuro próximo – nunca se sabe – mas não posso continuar assim. Então, espero que entendam. Vocês foram fantásticos – o melhor público de todos os tempos. Mantiveram essa banda funcionando ano após ano, álbum após álbum, agradecemos por isso.

Então, que assim seja. Mantenham para sempre a música de Tony em seus corações. Eu sei que farei isso. Sempre carregarei o Magnum dentro de mim. E sempre terei Tony Clarkin ao meu lado para onde quer que eu vá. Eu amo vocês. Tem sido brilhante, mas é hora de eu me retirar agora. É minha última chamada ao palco, ok? Vejo vocês algum dia. Fiquem bom. Felicidades.”

Sobre o Magnum

Fundado em Birmingham, Inglaterra, o Magnum fazia um hard rock com influências de AOR. Sua base de fãs está majoritariamente concentrada no Reino Unido e na Alemanha. O maior sucesso da carreira foi o álbum “On a Storyteller’s Night” (1985), que lhe rendeu o único disco de ouro até hoje, obtido em terras britânicas.

Leia também:  Axl Rose lança seu primeiro site oficial próprio

A formação derradeira ainda contava com o baixista e produtor Dennis Ward (conhecido no Brasil por seus trabalhos com o Angra), o baterista Lee Morris e o tecladista Lee Benton.

Entre 1995 e 2001, Tony Clarkin e Bob Catley ainda comandaram o Hard Rain, uma espécie de “spin-off” do grupo, que passava por um breve hiato.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasMagnum encerra atividades após morte de Tony Clarkin
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades