Kiko Loureiro detalha o que considera ser seu riff mais famoso

Ideia desenvolvida pelo guitarrista nos tempos de Angra não agradou ao vocalista Andre Matos inicialmente

Não houve uma votação ou nada do tipo, mas o próprio Kiko Loureiro elegeu em seu canal no YouTube aquele que considera seu riff mais famoso. Ao longo de um vídeo gravado em inglês, o guitarrista comentou sobre a criação e a execução da introdução de “Nothing to Say”, música do Angra lançada no álbum “Holy Land” (1996) que, por incrível que pareça, não agradou a todos.

O também ex-integrante do Megadeth garantiu que esse é o riff de criação própria que ele mais tocou na vida. Além disso, segundo ele, as pessoas sempre lhe pedem para ensinar como tocar. Portanto, seria seu riff mais famoso.

- Advertisement -

Na filmagem, o guitarrista começou explicando como surgiu a ideia, por meio do então baterista do Angra, Ricardo Confessori. A transcrição é do site IgorMiranda.com.br.

“A música começa com um groove brasileiro, um groove de samba brasileiro, que foi uma ideia do baterista Ricardo Confessori. Ele pegou o groove brasileiro (imita o groove) e tocou com bumbo duplo e depois disso, lembro de estarmos tocando, improvisando, criando e conectando riffs, guitarra e bateria, e então eu toquei algo com uma vibe meio Judas Priest, como E menor, C, A menor, B menor…”

Kiko Loureiro cansado da ideia

Nem todo mundo ficou contente com o resultado da jam de Kiko e Ricardo — incluindo o próprio guitarrista. Já em estúdio, ele refinou a ideia, tornando o riff mais próximo do que conhecemos.

Leia também:  O artista que inspirou George Harrison a virar músico: “posso ser melhor que ele”

“Então, no momento de gravar no estúdio com Sascha (Paeth), o produtor, eu fiquei meio: ‘isso é tão simples’. Não sei, eu tinha me cansado do riff e isso acontece às vezes, o que eu acho que é uma coisa boa. Você cria alguma coisa, então você toca, toca, ensaia, se prepara para as gravações e fica cansado da ideia. Foi isso que aconteceu: eu fiquei cansado da ideia, então comecei a improvisar no momento e tinha aqueles pequenos licks no meio. Basicamente improvisei licks em cima da ideia e ‘voilá’, tínhamos o riff.”

As reclamações de Andre Matos

Kiko Loureiro relembrou ainda que o vocalista Andre Matos não gostou nada do riff apresentado pelo guitarrista. Depois de muita conversa e alguns truques de estúdio, o Maestro aceitou melhor a proposta de “Nothing to Say”.

“Me lembro que o cantor, Andre, estava reclamando muito, porque ele não gostava do riff, ele achava que tinha notas demais, mas eu achei um jeito de convencê-lo. Basicamente, eu não gravei a faixa original, então não tínhamos outra escolha a não ser usar o riff com um monte de pentatônicas, blue notes e licks no meio do riff principal.”

Confira o vídeo completo.

Angra e “Holy Land”

Segundo álbum de estúdio do Angra, “Holy Land” saiu em 23 de março de 1996. É considerado por muitos a obra-prima do grupo, especialmente em sua fase inicial, com Andre Matos nos vocais. O próprio cantor tinha um carinho especial pelo trabalho, cujo conceito envolvendo o descobrimento do Brasil foi trabalhado principalmente por ele.

Leia também:  Exclusivo: Sharon den Adel fala sobre Within Temptation “politico”, peso e Brasil

O disco representou o ápice da influência de música brasileira na sonoridade da banda, como a própria “Nothing to Say” mostra bem. Outros destaquem incluem a faixa-título, “Make Believe” — que ganhou videoclipe — e a épica “Carolina IV”.

Kiko Loureiro em turnê

Kiko Loureiro confirmou uma turnê pela América do Sul para o segundo semestre. Confira as datas anunciadas até o momento:

  • 27/07 – Ribeirão Preto @ Espaço G3 (ingressos em Articket)
  • 28/07 – Belo Horizonte @ Mister Rock (ingressos em Fansociety)
  • 02/08 – Goiânia @ Bolshoi (ingressos em Sympla)
  • 03/08 – Brasília @ Toinha Brasil Show (ingressos no Clube do Ingresso)
  • 04/08 – Santos @ Arena (ingressos em Articket)
  • 07/08 – Santiago, Chile @ Teatro Teletón (ingressos em Eventrid)
  • 08/08 – Florianópolis @ John Bull (ingressos em Articket)
  • 09/08 – Curitiba @ Ópera de Arame (ingressos em Articket)
  • 10/08 – São Paulo @ Tokio Marine Hall (ingressos em Eventim)
  • 11/08 – Porto Alegre @ Opinião (ingressos em Sympla)

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesKiko Loureiro detalha o que considera ser seu riff mais famoso
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes é jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). Interessado em música desde a infância, teve um blog sobre discos de hard rock/metal antes da graduação e é considerado o melhor baixista do prédio onde mora. Tem passagens por Ei Nerd e Estadão.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades