A grana recusada pelo Guns N’ Roses por direitos de “Sweet Child O’ Mine”, segundo Duff

Segundo baixista, banda quase aceitou oferta, já que, na época, mal tinha condições de pagar por um prato de comida

“Sweet Child O’ Mine” é considerada o grande hit do Guns N’ Roses. Parte do disco de estreia “Appetite for Destruction” (1987), o single alcançou o primeiro lugar na parada americana Billboard Hot 100 na época de lançamento.

Até hoje continua um sucesso. Foi usada na trilha sonora de filmes como “Thor: Amor e Trovão” (2022) e está próxima dos dois bilhões de reproduções no Spotify.

- Advertisement -

Antes de todas essas conquistas, a banda quase cedeu os direitos da canção. Durante participação no podcast Broken Record (conforme transcrição da Ultimate Guitar), Duff McKagan revelou que os músicos já receberam no passado uma proposta de US$ 10 mil para vendê-los. 

À época, como qualquer dinheiro era válido e ainda não faziam ideia do que a música se tornaria, acharam um bom valor. Contudo, de acordo com o baixista, decidiram não aceitar por acreditarem que conseguiriam ganhar mais grana por conta própria.

Leia também:  O surpreendente diferencial de se trabalhar com Axl Rose, segundo Josh Freese

Primeiramente, o músico declarou:

“Recebemos uma oferta de US$ 10 mil pelos direitos de ‘Sweet Child O’ Mine’. Quando você está morrendo de fome — estávamos trabalhando com vendas por telefone e pagando por um local para ensaiar, em alguns dias não tínhamos condições de pagar nem por um ramen —, ter US$ 10 mil parecia que nos deixaria ricos.”

Em sua opinião, o responsável pela oferta percebeu o potencial que a banda tinha. Justamente por isso, a atitude deixou a banda em alerta quanto ao futuro de “Sweet Child O’ Mine”, como explicou.

“O cara era inteligente, ele sabia [sobre o potencial da banda]. Ele nos via tocando em casas de shows. Não sabíamos como funcionavam os direitos de publicação, mas se valia a pena US$ 10 mil para ele, devia valer isso, pelo menos para nós.”

Guns N’ Roses e “Sweet Child O’ Mine”

Terceiro single lançado para divulgar o álbum “Appetite for Destruction”, “Sweet Child O’ Mine” é a única música da carreira do Guns N’ Roses a atingir o número 1 na parada americana. Também chegou ao sexto lugar no chart britânico.

Leia também:  Ozzy, Peter Frampton, Foreigner e mais entram para o Rock and Roll Hall of Fame

No Brasil, fez parte da trilha da novela “O Sexo dos Anjos”, exibida pela Rede Globo no horário de seis da tarde entre setembro de 1989 e março de 1990.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesA grana recusada pelo Guns N’ Roses por direitos de “Sweet Child...
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades