Bruce Dickinson explica como acabou virando piloto de avião

Vocalista do Iron Maiden foi capitão da tripulação em três turnês da banda e só interrompeu atividades devido a aposentadoria forçada

Nunca é tarde para realizar um sonho de infância, nem mesmo quando você já é integrante de uma das maiores bandas de heavy metal de todos os tempos. E enquanto o Iron Maiden decolava, Bruce Dickinson resolveu tirar do papel um outro sonho de voar, dessa vez pra valer.

Em entrevista à IstoÉ, Dickinson contou como começou sua trajetória nos ares e revelou como conseguiu conciliar as duas paixões. Sua primeira aula foi com cerca de 28 anos de idade — ou seja, possivelmente em 1986, ano em que o grupo lançou seu sexto álbum de estúdio, “Somewhere in Time”.

- Advertisement -

Ele disse:

“Comecei a aprender a pilotar quando tinha uns 28 anos. Fiz uma aula durante umas férias na Flórida, nos EUA, antes de sair do Iron Maiden para me dedicar à carreira solo. Fiquei fascinado, era algo que eu sonhara desde criança. Comecei a visitar aeroportos e contratar pilotos para me darem dicas. Aí percebi que queria me qualificar de verdade. Estudava de manhã e ia para o estúdio à tarde. Aprendi a pilotar aeronaves maiores, mas sabia que, se quisesse pilotar Boeings, não poderia comprar um jato, como John Travolta. Então pensei em trabalhar como piloto comercial.”

Assim, nos anos 1990 passou a integrar a tripulação da Astraeus, companhia britânica que encerrou as atividades em 2011, pilotando um Boeing 757. Nesse período, deixou o grupo entre 1993 e 1999 para focar em sua carreira solo e foi somente a partir de 1999, quando retornou, que deu início à era de vocalista e capitão da Donzela de Ferro.

Leia também:  Como a estreia dos Rolling Stones ajudou a moldar o rock inglês

“Quando voltei para o Iron Maiden, ganhei um bom dinheiro e decidi comprar um avião pequeno. Usamos na turnê norte-americana e na Europa. Um dia, compartilhei o simulador com um diretor de uma companhia aérea. Passou um tempo e ele me ligou perguntando se eu gostaria de trabalhar para a British Airways como primeiro oficial de Boeing 757. Aceitei. Minha esposa, que estava ao lado, me perguntou: ‘Como você vai fazer isso se voltou a ser vocalista do Iron Maiden?’. Respondi que ia trabalhar na folga da banda e ninguém precisava saber. Anos depois, estava pilotando os Boeings na turnê do Iron Maiden.”

O Boeing 757 batizado de Ed Force One decolou sob o comando de Bruce Dickinson em duas ocasiões. A primeira foi em 2008-09 na turnê “Somewhere Back in Time”. Depois, para “The Final Frontier World Tour”, em 2011. A última foi em 2016, na turnê de “The Book of Souls”, quando receberam um “upgrade” e voaram na verdade em um Boeing 747, mas de mesmo nome.

Em 2010, foi contratado como diretor de marketing da Astraeus, visando promover a empresa por meio de vídeos – confira um deles, chamado “Safety in the Balance” clicando aqui. Após o fim da companhia, fundou a Cardiff Aviation Ltda (atual Caerdav), em maio de 2012, cujo foco é o reparo e a manutenção de aeronaves.

Leia também:  A diferença entre Robert Plant e Paul Rodgers, segundo Jimmy Page

Marcos na carreira de piloto

Além de pilotar voos comerciais e o Ed Force One, Bruce Dickinson participou de situações marcantes a bordo. Em 2006, era o capitão do avião de resgate de 200 cidadãos britânicos durante o conflito entre Hezbollah e Israel. Dois anos depois, levou de volta ao Reino Unido pilotos da Força Aérea Real britânica que estavam no Afeganistão

Além disso, voou com dois times de futebol para jogos como visitante. O primeiro foi o escocês Rangers FC, em 2007, para jogar em Israel. Em 2010, levou o Liverpool para disputar uma partida na Itália.

Aposentadoria

Conforme a International Civil Aviation Organization (ICAO) e a Federal Aviation Administration (FAA), os pilotos comerciais devem se aposentar aos 65 anos, idade atual do músico. Por conta dessa determinação, em janeiro de 2023, ele confirmou para a Associated Press que não seria mais o piloto nas turnês da banda.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesBruce Dickinson explica como acabou virando piloto de avião

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades