A música do Nirvana que mudou a vida de Bono, segundo relato à filha de Kurt Cobain

Vocalista do U2 celebrou canções que marcaram a sua vida quando completou 60 anos

Em maio de 2020, Bono completou 60 anos de idade. O vocalista do U2 celebrou a ocasião escrevendo cartas para artistas – ou seus herdeiros, em casos de pessoas que não estão mais vivas – que compuseram as 60 músicas que mais o marcaram até então. O projeto foi intitulado “60 songs that saved my life” – “60 canções que salvaram minha vida”.

Os textos eram publicados no site oficial da banda. As escolhas foram de “I Want To Hold Your Hand” dos Beatles a “Black Skinhead” de Kanye West, passando por “Heartbreak Hotel” de Elvis Presley, “Everything I Wanted” de Billie Eilish, “Fight The Power” do Public Enemy e “Born This Way” de Lady Gaga.

- Advertisement -

Ao mencionar “Smells Like Teen Spirit”, do Nirvana, o irlandês se dirigiu a Frances Bean Cobain, única filha de Kurt Cobain. Ele escreveu, conforme resgate da revista Classic Rock:

“Prezada Frances Bean Cobain,

Perdoe minha intromissão… você sabe disso, mas ao falar com você eu me lembro que antes da internet uma banda só podia ser ouvida lançando um disco, colocando-a no rádio ou surpreendendo as pessoas em seus shows. Imagine isso. Você não poderia ouvi-las de outra forma… mas você poderia ouvir SOBRE elas…

Há cerca de 30 anos, um boato selvagem se espalhou por Dublin sobre uma banda que havia aberto para o grande Sonic Youth no Top Hat, Dun Laoghaire, e destruiu o lugar. Todo mundo que viu dizia a quem não estava lá que eles deveriam estar lá, para ver esse trio de Seattle incinerar o salão onde não muitos anos antes tínhamos visto The Clash, The Jam e The Stranglers. Na verdade, o U2 abriu para o The Stranglers no mesmo local.

As comparações feitas foram com The Who, Hendrix, The Sex Pistols… os grandes nomes do rock com alma punk e raiva. Alguns diziam que eles eram a melhor banda que já tinham visto ou que veriam.

Não considerei isso imediatamente impossível, mas admito que achei improvável… mas continuavam falando sobre essa banda Nirvana e como eles estavam mudando a vida das pessoas e que isso acontecia todas as noites em todos os lugares onde tocavam.

Quando ouvi ‘Smells Like Teen Spirit’, foi como se a hipérbole não tivesse sido suficiente… foi uma loucura, um clássico instantâneo que mudou o mundo imediatamente.

Que banda.
Que música.
Que som.
Que voz.

A força que está nesta música nunca poderá ser extinta, ou encoberta, ou ignorada ou destruída porque é muito grande.

Apesar de toda a sua dor e raiva, ela tem força vital. Vitalidade. Tem esperança.

Isto não deve ser uma compensação para você, mas eu só queria lembrar a chama que acendeu tantas vidas.

Mantenha-se em segurança de todas as outras maneiras,

Bono”

Nirvana, “Nevermind” e “Smells Like Teen Spirit”

“Smells Like Teen Spirit” foi a música responsável pelo estouro comercial de “Nevermind” (1991), segundo álbum do Nirvana. Também ajudou a proclamar uma nova era na indústria, com o movimento alternativo chamado de grunge assumindo o topo das paradas.

Leia também:  Steve Hackett é hospitalizado antes de show, mas diz estar bem

Até hoje, o trabalho vendeu mais de 30 milhões de cópias em todo o planeta. Ganhou disco de platina no Brasil, premiação bastante atípica para um artista internacional no mercado local.

O desgosto de Kurt Cobain com a música

Apesar de todo o sucesso, o autor de “Smells Like Teen Spirit” não tinha uma relação amistosa com a composição. O estouro acabou alçando Kurt ao patamar das estrelas que ele costumava criticar, fazendo com que se sentisse desconfortável.

Baterista do grupo no período e atual líder do Foo FightersDave Grohl refletiu em uma entrevista recuperada pelo Loudwire sobre o efeito causado pelo sucesso em seu antigo colega.

“Kurt provavelmente queria vender 20 milhões de discos e estar na maior banda do mundo. Mas tenho certeza que ele não queria toda a bagagem que veio junto com isso. Ninguém se deu conta, nem eu.”

Parte dessa bagagem tinha a ver com o público considerado “mainstream”, que a partir dali começava a acompanhar o Nirvana. Era como se o bully que batesse em Kurt no colégio agora estivesse na plateia de seu show.

Leia também:  “Só o Sepultura não pode trocar de membros”, diz Andreas Kisser

Em virtude disso, o vocalista e guitarrista chegou a dizer em certa ocasião:

“Eu literalmente quero jogar minha guitarra no chão e ir embora quando chega a hora de tocar ‘Smells Like Teen Spirit’. Não consigo fingir que estou me divertindo.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesA música do Nirvana que mudou a vida de Bono, segundo relato...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades