Pearl Jam estreia novo álbum em evento privado nos EUA; veja descrição

Imprensa internacional definiu novo disco como “intenso” e com mais solos de guitarra em comparação ao antecessor “Gigaton” (2020)

O álbum número 12 do Pearl Jam é uma realidade. Veículos de imprensa do exterior revelam que a banda promoveu, na última quarta-feira (31), um evento de audição do trabalho. Somente convidados foram autorizados a entrar.

O local foi a casa noturna Troubador em West Hollywood, nos Estados Unidos. De acordo com a Spin, três integrantes do grupo compareceram: o vocalista Eddie Vedder, o guitarrista Mike McCready e o baixista Jeff Ament. O produtor do disco, Andrew Watt, também esteve no local.

- Advertisement -

Como era de se esperar, os envolvidos estão empolgados com o material, cujos detalhes — como título ou data de lançamento — ainda não foram revelados. Vedder disse que o trabalho é “sem exageros o melhor” do grupo, enquanto Ament declarou que “não poderia estar mais orgulhoso” da banda.

Ainda durante o evento, Eddie contou que a ideia de gravar um novo álbum do Pearl Jam nasceu quando ele ainda fazia “Earthling” (2022), seu disco solo mais recente, ao lado de Andrew Watt. O produtor tem trabalhado com uma série de astros do rock e do pop nos últimos anos, como Rolling Stones, Iggy Pop, Ozzy Osbourne, Miley Cyrus, Camila Cabello e Post Malone.

O estúdio de Watt em Beverly Hills foi utilizado para boa parte das gravações — a ponto de a banda sequer ter precisado levar seus instrumentos na primeira sessão. Alguns registros foram feitos no estúdio Shangri-La, de Rick Rubin, após o espaço de Andrew ter sido afetado por uma enchente.

Descrição

Confira abaixo uma descrição do material, feita pela Spin:

Leia também:  Mick Mars faz jus ao título em 1º álbum solo, “The Other Side of Mars”

“O álbum apresenta várias canções rocker intensas que mostram a bateria sempre poderosa de Matt Cameron e a elegância do guitarrista Mike McCready, cujos solos são mais proeminentes aqui do que em ‘Gigaton’ (2020). Um deles tem um refrão especialmente feito sob medida para cantar e levantar os punhos.

Algumas músicas remetem ao som vibrante e com sabor acústico do falecido Tom Petty, enquanto outra tem a sensação galopante e desequilibrada de músicas anteriores do Pearl Jam, como ‘Parachutes’ e ‘All That Yesterdays’. Tematicamente, Vedder está escrevendo sobre a conexão humana (ou a falta dela), envelhecimento, paternidade e o estado do mundo. ‘Ainda estamos procurando maneiras de nos comunicar’, disse ele.

Talvez a música com o toque mais ‘clássico’ do Pearl Jam tenha sido conceituada enquanto Vedder e Watt trabalhavam em outra coisa, mas essa história terá que esperar por enquanto.”

Mais guitarras

Em entrevista para a edição de janeiro de 2024 da revista Classic Rock, Mike McCready deu ainda outros detalhes a respeito do registro. A respeito da sonoridade, o guitarrista afirmou que o material é pesado, com a guitarra solo bem marcada, referências aos trabalhos iniciais e elementos na bateria à la Soundgarden — banda com a qual compartilham o baterista, Matt Cameron.

“É muito mais pesado do que você esperaria. Tem a melodia e a energia dos primeiros discos. Andrew nos incentivou a tocar de forma forte, melódica e cuidadosa como viemos fazendo em muito tempo. Sinto que a bateria de Matt Cameron tem elementos do que ele fez no Soundgarden. Para o bem ou para o mal, você vai ouvir muito mais da minha guitarra solo, coisas que eu não faço há muito tempo. Fiquei louco, como com Chris Cornell e o Temple of the Dog na música ‘Reach Down’ [1991], de tantos anos atrás.”

Diferentemente do antecessor, o processo de criação ocorreu de maneira mais rápida. A expectativa é de que, realmente, o álbum chegue em breve.

Leia também:  Dave Mustaine diz que ainda está lidando com Kiko Loureiro fora do Megadeth

“Espero que seja lançado no próximo ano. Temos um monte de músicas gravadas. Trabalhamos com Andrew Watt, que é um cara mais jovem, um produtor pop, mas que no fundo é um cara do rock. Se não me engano, somos a banda favorita dele. Quando estávamos no estúdio com ele no ano passado, ele realmente nos levou ao limite, nos deixando focados e tocando música após música. Demorou muito para fazer o ‘Gigaton’, mas o mesmo não aconteceu agora.”

Pearl Jam e “Gigaton”

“Gigaton”, álbum mais recente do grupo, saiu em 27 de março de 2020. Chegou ao top 10 em 23 paradas internacionais, sendo número 1 na Espanha, Portugal, Grécia, Croácia, Áustria e Itália.

Fundado em Seattle, Washington, Estados Unidos no ano de 1990, o Pearl Jam vendeu mais de 85 milhões de cópias dos seus 11 discos de estúdio em todo o mundo. Desde 2017, a banda faz parte do Rock and Roll Hall of Fame.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasPearl Jam estreia novo álbum em evento privado nos EUA; veja descrição
Igor Miranda
Igor Miranda
Igor Miranda é jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital. Escreve sobre música desde 2007. Além de editar este site, é colaborador da Rolling Stone Brasil. Trabalhou para veículos como Whiplash.Net, portal Cifras, revista Guitarload, jornal Correio de Uberlândia, entre outros. Instagram, Twitter e Facebook: @igormirandasite.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades