Os filmes que Jackie Chan se arrepende de ter feito

Entre os trabalhos que o astro dos longas de ação desdenha, está um dos títulos mais conhecidos de sua bem-sucedida carreira

Jackie Chan se consagrou como uma das maiores estrelas de filmes de ação de todos os tempos. Também é notório por seu costume de dispensar dublês e gravar suas próprias cenas — por mais arriscadas que sejam.

Hoje aos 69 anos, o ator e artista marcial já tem mais de seis décadas de carreira nas costas — sim, pois começou ainda criança. Com tanto tempo de estrada, é normal que ele tenha feito alguns filmes questionáveis.

- Advertisement -

O próprio Chan já revelou quais trabalhos ele arrepende de ter feito na sua sólida carreira, incluindo uma trilogia muito famosa (via Farout).

Em 1975, o astro estrelou a comédia “All in the Family”, que possui diversas cenas eróticas. O filme contém apenas uma das duas cenas de sexo que Jackie Chan gravou em sua carreira, além de ser o único trabalho seu a não conter qualquer cena de ação.

Ao jornal China Daily, o ator afirmou o seguinte sobre o longa:

“Eu tinha de fazer qualquer coisa para sobreviver 31 anos atrás, mas não acho que foi um bom negócio.”

Outro filme que o astro desdenha é “A Fúria do Protetor” (1985). O trabalho foi umas primeiras tentativas de Jackie Chan se tornar conhecido no ocidente, mas o ator teve diversos desentendimentos com o diretor James Glickenhaus durante as gravações — ao ponto de ele ter lançado seu próprio corte do longa para o público asiático.

Leia também:  Documentário sobre o Nickelback estreia nos cinemas brasileiros em março

Chan também já revelou não ser fã de “City Hunter – O Caçador de Encrencas” (1993), adaptação do mangá homônimo do autor Tsukasa Hojo. O motivo é que durante as gravações, o ator sofreu diversas lesões, incluindo um tornozelo quebrado e um ombro deslocado.

Como havia uma pressão para lançar o longa a tempo do Ano Novo Chinês, Jackie ficou insatisfeito em ter de gravar tudo correndo enquanto estava lesionado. Por conta desses problemas, o filme é um dos poucos de sua carreira em que dublês foram usados em seu lugar para determinadas cenas.

O filme de sucesso que Jackie Chan não gosta

Por fim, Jackie Chan já assumiu, surpreendentemente, que não gosta nem um pouco de “A Hora do Rush” (1998), um dos maiores sucessos de sua carreira e que marcou o iniciou de uma trilogia. O astro já assumiu que só topou gravar o longa por conta do salário generoso que recebeu.

Leia também:  Sharon Osbourne sabotava shows do Black Sabbath com Tony Martin? Neil Murray comenta

Ao Los Angeles Times, o ator afirmou o seguinte sobre “A Hora do Rush” – com direito a uma pequena alfinetada no colega Chris Tucker:

“Eu tenho motivos para gravar cada filme, tenho algo pra dizer. Diferente de ‘A Hora do Rush’, em que não tive nenhuma razão, apenas me deram o dinheiro e estava tudo bem. ‘A Hora do Rush’ foi o (filme) que mais detestei, mas ironicamente, vendeu bem nos Estados Unidos e Europa.

Não gostei do filme e ainda não gosto dele. Não gostei da maneira que falei inglês e não sabia o que o Chris Tucker estava dizendo.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesOs filmes que Jackie Chan se arrepende de ter feito
Augusto Ikeda
Augusto Ikedahttp://www.igormiranda.com.br
Formado em jornalismo pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Atua no mercado desde 2013 e já realizou trabalhos como assessor de imprensa, redator, repórter web e analista de marketing. É fã de esportes, tecnologia, música e cultura pop, mas sempre aberto a adquirir qualquer tipo de conhecimento.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades