Vocalista do Can, Damo Suzuki morre aos 74 anos

Músico japonês foi descoberto cantando nas ruas e participou dos álbuns de maior sucesso da banda alemã

O músico japonês Damo Suzuki faleceu aos 74 anos. Ele foi diagnosticado com câncer de cólon em 2014, com os médicos lhe dando apenas 10% de chance de sobrevivência. Mesmo assim, continuou produzindo e se apresentando sempre que possível.

O artista passou o final dos anos 1960 tocando pela Europa, normalmente se apresentando nas ruas. Dessa forma, foi descoberto pelos integrantes do grupo experimental alemão Can em 1970, logo após a banda ter perdido seu frontman original, o estadunidense Malcolm Mooney.

- Advertisement -

A parceria rendeu os álbuns mais bem-sucedidos da carreira do grupo: “Tago Mago” (1971), “Ege Bamyasi” (1972) e “Future Days” (1973). O estilo intenso do cantor, por vezes quase não-verbal, exerceu grande influência nos segmentos do rock e da música experimental como um todo.

Leia também:  A música das antigas do Megadeth que pode voltar aos shows, segundo Mustaine

Saída do mundo artístico e hiato de uma década

Em 1973, Suzuki decidiu sair do Can. Nos anos seguintes, levaria a vida de outras formas, se afastando dos trabalhos no mundo artístico. Retornou exatamente uma década depois, dando início ao projeto Damo Suzuki’s Network. Nele, interagia com músicos dos locais por onde passava, sem conhecimento prévio.

Estabeleceu casa em Colônia, Alemanha, a partir de 1985, quando conheceu Elke Morsbach, que se tornaria sua esposa. O maior público de sua obra se concentrava no Reino Unido, para onde viajava com frequência.

Posições políticas e últimos anos de vida

Quando questionado sobre suas opiniões políticas, Suzuki expressava antipatia pela política e pelo sistema policial americano. Também demonstrou uma visão positiva do Brexit, argumentando forte preferência pelo localismo em vez da globalização econômica. Era crítico da União Europeia, preferindo a soberania das nações menores e o regionalismo.

Leia também:  Journey: como Neal Schon e Jonathan Cain fizeram as pazes, segundo Deen Castronovo

Quando foi diagnosticado com o câncer, demonstrou os primeiros passos da batalha no documentário “Energy”, lançado oficialmente em 2022. No mesmo ano lançou seu último álbum, “Arkaoda”, com o Damo Suzuki & Spiritczualic Enhancement Center.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasVocalista do Can, Damo Suzuki morre aos 74 anos
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades