George Harrison estava na sombra de John Lennon e Paul McCartney, diz Donovan

Músico escocês afirma ter sido “mentor de composição” do saudoso guitarrista, mostrando para ele algumas técnicas

Donovan teve uma relação próxima com os integrantes dos Beatles. O músico escocês, responsável por sucessos como “Catch the Wind” e “Colours”, diz ter ensinado a técnica do dedilhado no violão para John Lennon e, ainda, atuado como mentor de composição de George Harrison.

Inclusive, ele acha que o saudoso guitarrista viveu muito tempo na sombra dos outros colegas de banda — especificamente da dupla Lennon-McCartney.

- Advertisement -

Ao relembrar a amizade com o membro do Fab Four para a revista Record Collector (via American Songwriter), Donovan opinou:

“Eu me tornei o mentor de George para composição. Ele ficou na sombra de John Lennon e Paul McCartney por muitos anos e eu disse ‘olha, vou te mostrar alguns truques, como dar vida às músicas’. Há uma maneira de estimular a criação de músicas.”

Em seguida, o artista explicou algum dos conselhos que deu para Harrison:

“Eu disse a ele como tocar um acorde e então prestar atenção no violão, escutar os acordes abertos e tentar um ritmo. Você consegue ouvir melodias, acredite ou não. As melodias aparecem, mas você tem que ser rápido para pegá-las.”

O lado de Paul McCartney

Em entrevista de 2021 ao The New Yorker (resgatada pelo Showbiz CheatSheet), Paul McCartney explicou o que levou George Harrison a ser escanteado em um primeiro momento. De acordo com o músico, a intenção nunca foi excluí-lo.

Leia também:  Internautas brincam ao imaginar como será filme sobre Ringo Starr

“Lembro-me de caminhar por Woolton, a vila de onde John morava, e falar: ‘olha, você sabe, deveríamos ser apenas nós dois os compositores’. Nunca dissemos: ‘vamos manter George fora disso’. Mas era algo que estava implícito.”

Com o passar dos anos, a situação foi mudando um pouco, até para acomodar os egos dentro do quarteto. No documentário “Anthology”, que acompanhou as compilações homônimas, Macca chegou a escolher os melhores momentos do colega.

“Considero ‘Something’ a melhor música de George, seguida de ‘Here Comes The Sun’ e ‘While My Guitar Gently Weeps’. Elas foram possivelmente seus três melhores momentos. Até então ele havia feito apenas uma ou duas músicas por álbum. Não acho que se considerasse um compositor, além de John e eu obviamente dominarmos a situação. Foi realmente sem querer, mas éramos ‘Lennon e McCartney’. Talvez não tenha sido fácil para ele lidar com isso. Mas nos deu ‘Something’ e algumas outras músicas que eram ótimas, todos ficaram muito satisfeitos.”

Sobre George Harrison

Nascido em Liverpool, Inglaterra, George Harrison entrou no The Quarrymen aos 15 anos. Permaneceu por toda a evolução do grupo, até chegar aos Beatles, ficando na banda até seu final.

Leia também:  A fortuna que o Metallica fatura em cada cidade onde toca com a “M72”

Logo a seguir, deu início a uma carreira solo que não foi tão frequente, mas se destacou por seguir caminhos diferentes em comparação aos colegas, integrando aspectos filosóficos e idealistas ao conteúdo.

Também foi o responsável pela formação do Traveling Wilburys, supergrupo que contava com Bob Dylan, Tom Petty, Jeff Lynne e Roy Orbison. Ainda participou de álbuns de Cream, Eric Clapton, James Taylor, Gary Moore, Paul Simon, Badfinger, Jim Capaldi e trabalhos solo de seus antigos colegas de banda, entre vários outros.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesGeorge Harrison estava na sombra de John Lennon e Paul McCartney, diz...
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades