Review: Edifier Neobuds Pro 2 oferece vários recursos com bom custo-benefício

Novo modelo de fone de ouvido Bluetooth apresenta amplo cancelamento de ruído e áudio espacial sem abdicar da alta qualidade de som e do preço abaixo de R$ 1 mil

Inauguramos com esta publicação a seção de reviews de produtos do site. Itens que dialogam diretamente com a rotina de um fã de música serão avaliados na nova área.  E o texto de estreia será a respeito do Edifier Neobuds Pro 2, já que vários leitores, especialmente em conversas informais, já pediram indicações de fones de ouvido — sejam com ou sem fio.

O Neobuds Pro 2, um dos novos lançamentos da fabricante fundada na China e também estabelecida no Brasil, atende ao segundo formato: sem fio, o produto do tipo in-ear (do tipo que fica dentro do seu canal auditivo) é conectado via Bluetooth (v5.3). No mercado nacional, está à venda por R$ 799 no site oficial.

- Advertisement -

Seu grande chamariz para os audiófilos de plantão é a tecnologia Edifier Wide-Band Multi-Channel ANC, que oferece cancelamento de ruído ativo de forma ampla, com profundidade de -50dB e largura de banda de 5kHz, permitindo o uso em diversos modos. Também há áudio espacial com rastreamento em tempo real, detecção de uso (auto pause/play), entre outros atrativos.

Edifier Neobuds Pro 2

Caixa, uso e controles

Além dos fones em si junto de seu case de carregamento, a caixa do Edifier Neobuds Pro 2 acompanha:

  • um cabo de carregamento USB-C para USB-A;
  • uma bolsinha de armazenamento;
  • seis pares adicionais de eartips (a borracha que fica na ponta do fone), cada uma em um tamanho diferente;
  • manual de uso em vários idiomas, incluindo português.

O uso é bastante confortável e o encaixe se dá perfeitamente no canal auditivo. Mesmo com sua ponta mais longa, o fone não pesa no ouvido. Testando com atividades físicas leves, o produto não desgrudou ou caiu nenhuma vez.

Para desfrutar de todas as funcionalidades oferecidas, é preciso baixar o aplicativo da Edifier para celular. Disponível para Android e iOS, a ferramenta é bem funcional e está traduzida para o português. O manual não menciona a necessidade de fazer download do programa, o que pode deixar um usuário iniciante ligeiramente perdido de início — já que os fones se conectam facilmente apenas com um simples pareamento, sem depender do app.

Para controlar os fones sem precisar recorrer ao celular, há funções pré-determinadas a partir do toque duplo ou triplo em um dos fones. Dá para programar via aplicativo:

  • pause/play;
  • pular para a faixa seguinte;
  • voltar para a faixa anterior;
  • aumentar volume;
  • reduzir volume;
  • alterar controle de som (opções de cancelamento de ruído);
  • alterar modo de som (música, games ou áudio espacial)
  • usar assistente de voz.

Ou seja, você pode usar quatro das funcionalidades listadas. Uma para toque duplo à direita, uma para toque duplo à esquerda, uma para toque triplo à direita e uma para toque triplo à esquerda. Pelo app, é possível também alterar a sensibilidade do toque, já que a opção padrão demanda um toque mais forte para o comando ser obedecido.

Como ponto positivo, não há qualquer botão no fone para esse tipo de funcionalidade. O toque é sentido via sensor, o que torna a experiência mais natural. Além disso — e conforme já mencionado —, há detecção de uso com pause/play automático. Isso significa que se você tirar um dos fones do ouvido, automaticamente a música é pausada; e ao recolocar, o áudio é retomado sem precisar clicar em nada. A interrupção sempre funciona (e é a mais importante entre as duas de toda forma), mas em meus testes, nem sempre a volta automática do play deu certo.

Deve-se destacar ainda que há produtos concorrentes oferecendo também toque simples e toque duradouro (long hold), o que ampliaria para oito comandos diferentes. É algo a se pensar para uma próxima versão do Neobuds.

Som, cancelamento de ruído e áudio espacial

Como já mencionado, o amplo cancelamento de ruído é talvez o grande chamariz do Edifier Neobuds Pro 2. A tecnologia que bloqueia sons externos pode ser manipulada ou desativada via app e está disponível em várias modalidades:

  • agudo, médio e grave (para um ambiente mais ou menos movimentado de forma geral);
  • wind reduction (que retira sons provocados por vento);
  • som ambiente (que permite ouvir sons do trânsito ou de alguma pessoa conversando de forma próxima, por exemplo).
Captura de tela do aplicativo

A alta qualidade de som (com processamento de sinal digital + crossover ativo, codec LHDC 5.0 HD e suporte a streaming via Bluetooth com qualidade de até 192kHz/24 bits) aliada aos modos de cancelamento de ruído representam o maior acerto do produto. Os modos de bloqueio a sons externos foram testados em vários cenários (dentro do carro e de transporte público, trabalho em casa com ventilador de teto ligado, momento de lazer com outras pessoas conversando no entorno, durante atividades físicas, etc) e funcionaram conforme muito bem. Aliás, até demais: é preciso usar o cancelamento com cautela, especialmente na rua, para não se distrair.

Também há a possibilidade de transitar por três modos de som: música, games (áudio de baixa latência) ou áudio espacial. Este último é uma tecnologia imersiva por meio da qual é possível espalhar os elementos de uma canção em posicionamentos diferentes, de forma a se criar de fato uma sensação realista de palco sonoro. Algo como se o ouvinte estivesse no centro de uma sala e os músicos espalhados dentro dela. “Música em 3D”, digamos assim.

A funcionalidade de áudio espacial acompanha rastreamento visual em tempo real: após devida calibragem via app, o fone de ouvido consegue rastrear o movimento de sua cabeça e alterar a renderização do palco sonoro em tempo real.

Pode ser questão de costume, mas o uso de áudio espacial não me convenceu. Vale pela curiosidade, mas não é uma ferramenta que deve motivar a compra da maior parte dos clientes em potencial.

Via app, fica disponível ainda um controle de customização de ganho, frequência e Q factor. Não sabe o que são essas coisas todas? Opte por um dos dois modos já pré-configurados: clássico e, o mais recomendado, dinâmico. Poderia haver outros pré-sets, mas os dois já dão conta do recado.

Chamadas, bateria e outras funcionalidades

Praticamente nenhum fone de ouvido BlueTooth oferece qualidade perfeita para chamadas de áudio. O Edifier Neobuds Pro 2 tenta compensar ao máximo com a presença de oito (4 + 4) microfones integrados e algoritmo de aprendizado de inteligência artificial. A promessa é filtrar o ruído do ambiente e melhorar a clareza.

Nos testes, ainda ficou parecendo um pouco com chamada de fone sem fio, mas soa relativamente natural e quem te ouvir conversando, muito provavelmente, vai conseguir te compreender sem grandes problemas. Como falo pouco pelo celular, trata-se de uma funcionalidade pouquíssimo usada por mim.

Já a duração da bateria é de até 22 horas, com as seguintes possibilidades:

  • com cancelamento de ruído ativado: earbuds sem uso do case carregador duram até 4 horas | earbuds + case carregador duram até 12 horas;
  • com cancelamento de ruído desativado: earbuds sem uso do case carregador duram até 5 horas e meia | earbuds + case carregador duram até 16 horas.

Nos testes feitos, a duração foi bastante similar ao prometido. Reviews de outros produtos similares indicam durações maiores — e a Edifier é conhecida por não oferecer baterias tão duradouras —, mas esse também não é um ponto prioritário para mim enquanto usuário. Dificilmente ouço música com fones de ouvido por tantas horas seguidas e quase sempre estou em casa. Além disso, o carregamento é acelerado: com apenas 15 minutos de carga, é possível usar o produto por duas horas ininterruptas.

Veredicto: Edifier Neobuds Pro 2

O Edifier Neobuds Pro 2 é uma ótima opção para quem busca por uma experiência além dos fones de ouvido de entrada.

O valor de R$ 799 pode não parecer tão convidativo para a realidade brasileira, mas está dentro do padrão de mercado para um produto com tantas funcionalidades — para efeito de comparação, o Apple AirPods de 2ª geração (mais antigo) custa mais de R$ 1 mil e não dispõe de todos esses recursos. Não à toa, reviews no exterior definem o produto como uma “barganha” em termos de custo-benefício.

O grande diferencial, conforme já destacado, está no poderoso cancelamento de ruído ativo combinado à alta qualidade de som. É uma opção ideal para quem prioriza ouvir música, mesmo com algumas ressalvas minoritárias ligadas à sua funcionalidade.

*Para mais informações sobre o Edifier Neobuds Pro 2, acesse o site da Edifier.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioResenhasReviews de produtosReview: Edifier Neobuds Pro 2 oferece vários recursos com bom custo-benefício
Igor Miranda
Igor Miranda
Igor Miranda é jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital. Escreve sobre música desde 2007. Além de editar este site, é colaborador da Rolling Stone Brasil. Trabalhou para veículos como Whiplash.Net, portal Cifras, revista Guitarload, jornal Correio de Uberlândia, entre outros. Instagram, Twitter e Facebook: @igormirandasite.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades