Quando o Black Sabbath quase envenenou Bill Ward por meio do pênis

Baterista era alvo constante de pegadinhas que tiveram desdobramentos graves a saúde do músico

Muito além do abuso de drogas, os bastidores do Black Sabbath eram marcados por uma série de pegadinhas bizarras e extremamente perigosas. O alvo favorito dos músicos era Bill Ward, que passou por poucas e boas, chegando até a ser hospitalizado em algumas ocasiões. 

Um desses episódios foi descrito por Ozzy Osbourne em entrevista à Rolling Stone – via Far Out Magazine. Na ocasião, o Príncipe das Trevas assumiu a autoria de uma brincadeira que acabou envenenando o baterista. 

- Advertisement -

“Eu vi essa lata de aerossol e esguichei no pau dele com ela. Ele começou a gritar e caiu no chão. Eu olhei a lata e nela dizia: ‘AVISO: NÃO ESGUICHAR NA PELE – ALTAMENTE TÓXICO.’ Eu envenenei o Bill pelo pau dele!”

Porém, essa versão da história foi contrariada pelo próprio Ozzy. Em sua biografia lançada em 2009, o músico responsabilizou Tony Iommi – autor de grande parte das pegadinhas – pelo “atentado” do spray. 

Leia também:  A opinião de Jeff Ament sobre ódio que o Pearl Jam recebe por opiniões políticas

“Um dia, Tony pegou esse spray de tinta azul e passou pro outro lado da grade e, quando Bill começou a mijar na grade, ele borrifou o pau dele com ela. Você devia ter ouvido o grito, cara. Foi impagável. Mas depois, dois segundos depois, Bill desmaiou, caiu de cabeça no parapeito e começou a rolar a encosta abaixo. ‘Ah, ele vai ficar bem’, eu disse. E ele ficou eventualmente embora tenha ficado com o pau azul por um tempo.”

Azul e dourado 

E essa não foi a única vez que Iommi usou tinta em uma de suas pegadinhas contra Ward. Durante entrevista à Gibson TV – via Rock and Roll Garage – o guitarrista deu detalhes do episódio em que pintou o colega de dourado

“Em 1972 alugamos uma casa em Bel-Air para gravar o álbum ‘Vol. 4’. A garagem tinha várias tintas em spray e coisas do tipo. Uma noite, Bill ficou muito bêbado, dormiu sem sequer conseguir trocar de roupa. Então, decidimos pintá-lo de dourado. No começo ele riu, mas de repente passou a ficar enjoado e começou a vomitar.”

Por conta da intoxicação, a emergência foi acionada e os músicos tomaram um puxão de orelha dos atendentes. 

Leia também:  A clássica linha de baixo dos Beatles que Paul McCartney copiou de Chuck Berry

“Ligamos para a polícia e explicamos o que tinha acontecido. Disseram: ‘Seus idiotas, vocês quase o mataram’. Deram uma injeção e usaram um decapante para retirar a tinta. Ele ficou vermelho, parecia uma beterraba. Foi algo muito estúpido, não pensamos nas consequências.”

Bill Ward

Integrante da formação clássica do Black Sabbath, Bill Ward saiu e entrou na banda diversas vezes ao longo dos anos. Os motivos centrais dessas idas e vindas foram  problemas de saúde e por seu comportamento errante agravado pelos vícios.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesQuando o Black Sabbath quase envenenou Bill Ward por meio do pênis
Tairine Martins
Tairine Martinshttps://www.youtube.com/channel/UC3Rav8j4-jfEoXejtX2DMYw
Tairine Martins é estudante de jornalismo na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Administra o canal do YouTube Rock N' Roll TV desde abril de 2021. Instagram: @tairine.m

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades