Andre Braugher, o Capitão Holt de “Brooklyn Nine-Nine”, morre aos 61 anos

Causa do falecimento não foi revelada; sabe-se apenas que artista faleceu após breve período de doença

O ator americano Andre Braugher, conhecido pelos trabalhos nas séries de TV “Brooklyn Nine-Nine” e “Homicídio”, morreu aos 61 anos. A informação foi confirmada à Variety pela assessora do artista.

A causa não foi informada. Sabe-se apenas que ele faleceu na última segunda-feira (11) de um breve período de luta contra uma doença não especificada.

- Advertisement -

Ele deixa a esposa Ami Brabson, também atriz e integrante do elenco de “Homicídio”, bem como três filhos.

Sobre Andre Braugher

O personagem mais conhecido de Braugher era o Capitão Raymond Holt em “Brooklyn Nine-Nine”, série de comédia policial exibida entre 2013 e 2021 — inicialmente na Fox, depois na NBC.

Porém, na década de 1990, ele já havia conquistado notoriedade como o detetive Frank Pembleton em outra produção policial: o drama “Homicídio”, veiculado entre 1993 e 1999 pela NBC. A obra, que chegou a ser exibida pela Rede Manchete, rendeu ao profissional um prêmio Emmy de Melhor Ator em Série Dramática.

Leia também:  AC/DC lançará todos os seus álbuns em vinil dourado

Outros trabalhos incluem os filmes “Tempo de Glória” (1989), “Cidade dos Anjos” (1998), “Poseidon” (2006) e “Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado” (2007), além da série “Men of a Certain Age” (2009-2011) e da minissérie “Thief” (2006), que lhe trouxe mais um Emmy, agora como Melhor Ator em Minissérie.

Representação policial mais realista

Em entrevistas, especialmente após o sucesso de “Brooklyn Nine-Nine”, Andre Braugher — intéprete no seriado de um personagem homossexual que conseguiu ascender a uma posição de destaque após anos de luta contra o preconceito — costumava pedir por uma retratação mais realista da polícia em filmes e séries. Em 2020, ao discutir a oitava temporada da produção com o Entertainment Weekly (via Tecmundo), ele afirmou:

“É um assunto muito complicado, mas acho que eles deveriam ser retratados de maneira muito mais realista. Agora estamos entrando na 8ª temporada com um novo desafio, que é o conhecimento e a mudança de sentimentos que todos têm sobre a polícia.”

Na ocasião, Braugher destacou os esforços do criador da obra, Dan Goor, em “escrever um programa inteligente que não tentará se esconder em uma fantasia”.

Leia também:  Tecladista ucraniano Vitalij Kuprij morre aos 49 anos

“Os personagens terão que lidar com o que sabemos sobre o Departamento de Polícia de Nova York. Tenho uma enorme confiança de que vamos fazer isso de uma maneira inteligente e engraçada que reconhece o mundo como ele é.”

À Variety, também em 2020, Braugher refletiu sobre o legado complicado de interpretar um policial. Ele afirmou:

“Policiais violando a lei para dizer que estão ‘defender a lei’ representam uma ladeira realmente escorregadia e terrível. Dão licença à violação da lei em todo o lado, a justificando e tirando culpa disso. Isso é algo que teremos que abordar coletivamente — todos os programas policiais.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasAndre Braugher, o Capitão Holt de “Brooklyn Nine-Nine”, morre aos 61 anos
Igor Miranda
Igor Miranda
Igor Miranda é jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital. Escreve sobre música desde 2007. Além de editar este site, é colaborador da Rolling Stone Brasil. Trabalhou para veículos como Whiplash.Net, portal Cifras, revista Guitarload, jornal Correio de Uberlândia, entre outros. Instagram, Twitter e Facebook: @igormirandasite.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades