Roger Waters cobra Annie Lennox por “apelar para os dois lados” na guerra em Gaza

Cantora do Eurythmics afirmou nas redes sociais que tanto Israel quanto Palestina "têm seus acertos e erros”

Annie Lennox tem falado a respeito do conflito entre Israel e o grupo palestino Hamas nas redes sociais. Quase que diariamente, a cantora do Eurythmics compartilha vídeos, campanhas e depoimentos sobre a guerra, além de dar a própria opinião — o que chamou a atenção de Roger Waters.

Em uma postagem específica no Instagram, a artista disse estar com o “coração partido por todos diretamente afetados por esse pesadelo” e que “os dois lados têm seus acertos e erros (…), não houve nenhuma preocupação em encontrar uma solução viável para ambos”. Já em outra publicação, afirmou condenar “o massacre de vítimas inocentes em Israel”, assim como a “terrível destruição de Gaza”.

- Advertisement -

Waters não ficou muito feliz com o posicionamento que considerou “em cima do muro” da colega de profissão e resolveu cobrá-la. Também pelo Instagram, o ex-integrante do Pink Floyd postou um texto em defesa aos palestinos e com uma demanda a Lennox — que ainda não respondeu à mensagem.

Ele escreveu:

“Cara Annie Lennox, sei que seu coração está no lugar certo, mas, por favor, pare de apelar para ambos os lados. Não há equivalência, há os oprimidos, que são os palestinos, e o opressor, que é o governo israelense. O opressor vem assassinando os oprimidos há setenta e cinco anos. Junte-se à voz do povo, aos protestos mundiais, e exija que os fascistas israelenses parem com o genocídio agora, sem justificativas.” 

Opinião de Roger Waters

Roger Waters está no Brasil para realizar shows da turnê “This is Not a Drill” e, no fim de outubro, deu uma entrevista ao jornalista Leandro Demori na TV Brasil.

Leia também:  Roupa Nova usa holograma do vocalista Paulinho durante show

Ao falar sobre manifestações políticas de artistas em modo geral, o músico, que se posiconou a favor da população palestina ao longo dos anos, criticou duramente o governo de Israel.

Em resposta até emocionada, Waters pediu pelo fim do genocídio na Faixa de Gaza. Ele se refere aos ataques aéreos e cerco feitos pelas forças armadas israelenses depois de um ataque terrorista do Hamas, que matou e sequestrou pessoas.

As acusações do músico também recaíram sobre os Estados Unidos e países da Europa, que têm apoiado Israel de diversas formas. Conforme transcrição do site, ele afirmou:

“Por isso é extremamente importante resistir e dizer ‘basta de genocídio’. Quer que eu seja mais direto? Em Gaza! Parem o genocídio! Eu estou quase chorando aqui agora, sentado nesse estúdio de TV. O meu coração não está aqui em Brasília, está lá. Não tem como aceitar o que está acontecendo, o que estão fazendo, o que o governo israelense está fazendo, e com a permissão dos Estados Unidos, do Reino Unido, da França e da maior parte da Europa.”

Apesar das palavras duras contra os governos, Waters deixou claro em sua fala que acredita que o conflito não é vontade do povo, tanto em Israel quanto em outros países. Também elogiou as manifestações pró-Palestina.

“As manifestações nas ruas têm sido enormes. Um dos meus filhos marchou do Hyde Park Corner, em Londres, até Downing Street. Haviam mais de 300 mil jovens, homens e mulheres, marchando com ele até Downing Street para dizer ‘não em meu nome’.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasRoger Waters cobra Annie Lennox por “apelar para os dois lados” na...
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades