Daryl Hall diz que John Oates lhe “pegou de surpresa” com venda que gerou processo

Primeira audiência judicial relativa à disputa entre a dupla acontece nesta quinta-feira (30)

Detalhes continuam a surgir na batalha legal em curso entre Daryl Hall e John Oates. O primeiro entrou com uma ação judicial e ordem de restrição contra seu colega no início deste mês, depois de descobrir que ele estava planejando vender sua parte na joint venture da dupla para a empresa Primary Wave.

Em documentos judiciais recém-revelados – e obtidos pelo TMZ –, Hall alegou que foi “pego de surpresa” pela decisão de Oates, observando que precisaria aprovar tal transação.

- Advertisement -

Alegou ainda que parceiro programou propositalmente sua decisão para que coincidisse com o início da sua nova turnê solo. Seria, segundo ele, uma espécie de “emboscada” para distraí-lo na tentativa de “causar intencionalmente o máximo de dano”.

Nos últimos dias, Daryl encerrou uma excursão pela Ásia. Os shows no Japão e Filipinas tiveram Todd Rundgren como atração especialmente convidada.

Em sua defesa, ele explicou não confiar na reputação da Primary Wave como empresa que explora marcas e direitos autorais.

Leia também:  Angra confirma show acústico em São Paulo após gravar DVD no formato

“Não tenho intenção de me tornar parceiro da Primary Wave, e Oates não pode ter permissão para me impor um novo parceiro desta forma ultrajante.”

O juiz encarregado do caso bloqueou temporariamente a negociação para que o processo judicial pudesse decorrer. A Primary Wave supostamente já possui uma parte do catálogo de Hall & Oates graças a uma transação anterior. No entanto, a extensão desse acordo – que tem mais de uma década – não foi revelada publicamente.

A data da audiência inicial para a disputa foi marcada para esta quinta-feira, 30 de novembro.

Daryl Hall e John Oates

Na ativa desde 1970, Hall & Oates formaram o duo mais vendido da história da música pop, com mais de 40 milhões de discos comercializados em todo o planeta. Entretanto, a parceria parece estar estremecida há algum tempo. Durante uma aparição de Hall no podcast Club Random, em 2022, ele caracterizou Oates como seu parceiro de negócios, não criativo.

Leia também:  Biden ou Trump, quem Tim Commerford odeia mais? Baixista do RATM responde

Nas últimas décadas, os artistas estiveram nos tribunais em duas ocasiões, porém, do mesmo lado. Em 2008 eles fizeram uma denúncia contra sua antiga gravadora relativa a supostas apropriações financeiras indevidas. Já em 2015, um ano após terem sido induzidos ao Rock and Roll Hall of Fame, a ação foi contra uma empresa de granola que passou a vender um produto chamado “Haulin’ Oats”.

Apesar de viverem às turras, Hall e Oates seguiram se apresentando juntos até 2022, quando realizaram sete shows. O último disco de material inédito, “Do it For Love”, saiu em 2003.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasDaryl Hall diz que John Oates lhe “pegou de surpresa” com venda...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades