Alter Bridge no Brasil: setlist e o que mais esperar do show em 2023

Banda fará apresentação única em São Paulo, além de passar por Argentina e Chile, antes de pausa em 2024 para dedicação a outros projetos

O Alter Bridge fará sua segunda passagem pelo Brasil nesta quarta-feira (8). Será para show único, no Espaço Unimed, em São Paulo.

­

- Advertisement -

A primeira visita, em 2017, os levou aos festivais Rock in Rio e São Paulo Trip, além de uma data solo em Curitiba. Mas não houve tantas mudanças entre os lançamentos de “The Last Hero” (2016), promovido na última vinda, e o álbum mais recente, “Pawns & Kings” (2022) — um disco foi disponibilizado entre eles, “Walk the Sky” (2019).

A formação se mantém a mesma desde o início, em 2004. Das cinzas do Creed, Mark Tremonti (guitarra), Brian Marshall (baixo) e Scott Phillips (bateria) convidaram o vocalista e guitarrista Myles Kennedy e seguiram com uma sonoridade mais pesada, que transita entre hard rock, heavy metal e alternativo.

Alter Bridge ao vivo

“Pawns & Kings” vem sendo divulgado na estrada desde seu lançamento, no fim de 2022. Até agora, a turnê alterou entre sequências de datas nos Estados Unidos e Europa, com a etapa mais recente em território americano, encerrada em agosto.

O show no Brasil é o primeiro de uma pequena turnê sul-americana, que passa ainda pela Argentina e pelo Chile, com apenas uma apresentação em cada país. Em entrevista ao site IgorMiranda.com.br (disponível no YouTube), Tremonti adiantou que não haverá mudança de repertório, pois a banda não conseguiu se reunir para ensaiar outras canções além das que estão engatilhadas.

Quanto ao que esperar, um review do site Sonic Perspectives de uma apresentação ocorrida em New Jersey, em 8 de agosto, ao lado de Sevendust e Mammoth WVH, dá uma boa ideia do que deve rolar por aqui:

“Se o rock and roll está morto, ninguém avisou o Alter Bridge. A banda tem tudo o que qualquer um poderia pedir: guitarras esmagadoras, base pesada e letras e composições de alto nível. Há algo na música deles para todos, que é magicamente reconhecível.

A banda trouxe um set de 90 minutos das melhores músicas que tinham a oferecer. As canções foram tocadas com a mesma agressividade com que foram gravadas. Teve pouca conversa, já que estavam em uma missão de tocar o máximo humanamente possível de músicas no set. Quem veio ao show entendeu isso e teve o que esperava… uma imparável muralha de guitarras e baixo matador!”

Apesar da turnê levar o nome do álbum mais recente, apenas 3 músicas dele vem sendo tocadas com mais frequência: a abertura com “Silver Tongue”, “This is War” e “Fable of the Silent Son”. Os dois primeiros álbuns, “One Day Remains” (2004) e “Blackbird” (2007) têm sido bem representados no set. Destaques incluem uma sequência acústica apenas com Myles Kennedy e Mark Tremonti no violão, além de “Burn it Down”, onde o guitarrista tradicionalmente assume os vocais.

Leia também:  Roland Grapow anuncia série de shows no Brasil para julho

O último show do Alter Bridge antes de embarcar para a América do Sul aconteceu em Council Bluffs, no estado americano do Iowa, em 31 de agosto. Confira o setlist abaixo, que deve ser mantido para a tour sul-americana.

Possível setlist:

  1. “Silver Tongue”
  2. “Addicted to Pain”
  3. “Sin After Sin”
  4. “Broken Wings”
  5. “Burn It Down” (Mark Tremonti no vocal)
  6. “Cry of Achilles”
  7. “Watch Over You” (acústico, apenas com Myles Kennedy)
  8. “In Loving Memory” (acústico, com Kennedy e Tremonti)
  9. “Blackbird” (com trecho de “Blackbird”, dos Beatles)
  10. “Come to Life”
  11. “Fable of the Silent Son”
  12. “Isolation”
  13. “Open Your Eyes”
  14. “Metalingus”

Bis:

  1. “Rise Today”

Alter Bridge no Brasil

A primeira data da turnê na América do Sul é o único show no Brasil, que acontece no dia 8 de novembro, no Espaço Unimed, em São Paulo. Os ingressos estão disponíveis neste link.

A banda segue então para Buenos Aires, Argentina, onde toca no Luna Park no dia 10 de novembro, e encerra o giro em Santiago, Chile, com apresentação no Teatro Caupolican, no dia 13 de novembro.

Não há mais datas marcadas para o fim do ano e início de 2024, já que três dos quatro músicos farão parte da reunião do Creed, com shows marcados tanto em um cruzeiro (duas datas) quanto em cidades diversas da América do Norte

O vocalista Myles Kennedy também não ficará parado: ele, inclusive, volta ao Brasil já no início do ano com Slash e o The Conspirators para quatro apresentações.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasAlter Bridge no Brasil: setlist e o que mais esperar do show...
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes é jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). Interessado em música desde a infância, teve um blog sobre discos de hard rock/metal antes da graduação e é considerado o melhor baixista do prédio onde mora. Tem passagens por Ei Nerd e Estadão.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades