Paul Stanley acha “absurdo” pessoas em casa criticando setlists do Kiss

Seleção fixa de músicas na turnê de despedida foi pensada para quem vai a um dos shows: “a pessoa que vem não sabe como foi ontem à noite”

Em meio as últimas apresentações da carreira do Kiss, Paul Stanley defendeu a seleção de músicas feita para a turnê “End of the Road”. O uso de um setlist fixo no giro de despedida tem sido criticado por não oferecer variedade entre um show e outro. 

A questão foi levantada durante entrevista ao Ultimate Classic Rock. De acordo com o vocalista e guitarrista, a estratégia foi adotada pensando na experiência de quem vai a um show, o que torna infundada a opinião de quem critica de casa.

“Ouvi algumas pessoas reclamarem que o setlist não muda, mas montamos um setlist com base nas pessoas que vão a um [show]. A pessoa que vem a um show não sabe o que vai acontecer amanhã à noite ou o que aconteceu ontem à noite. Então, alguém sentado em casa criticando o setlist é um absurdo.”

- Advertisement -

Stanley sustentou o argumento e afirmou que não faz sentido adotar diferentes setlists por show.

“Seria maravilhoso se alguém comparecesse a cinco ou dez shows, mas ajustamos o setlist para torná-lo o melhor possível para as pessoas que vêm nos ver esta noite. A ideia de mudar o setlist todas as noites não faz sentido para mim, então não fazemos isso. E se alguém olha e reclama que o setlist não mudou, o que isso importa para você? Você não estava lá.”

Paul Stanley reflete sobre o fim

Por fim, o músico refletiu sobre a sensação de encarar o fim do Kiss. O último show acontece em Nova York, cidade natal do grupo, no dia 2 de dezembro. 

“Uma coisa é planejar o fim, que começamos a planejar anos atrás. Mas planejar algo e então perceber que o fim é iminente é diferente de ver à distância. Então, sim, certamente a realidade está batendo. Você está no trem e já pode ver a estação.” 

Kiss e “End of the Road” 

Iniciada em janeiro de 2019, a turnê “End of the Road”  passou pela Europa, Oceania, Ásia, América do Sul e, em sua etapa final, conta com apresentações nos Estados Unidos e Canadá. O repertório dos mais de 250 shows busca compilar os maiores hits da carreira da banda.

Leia também:  Rock in Rio 2024 terá 1º pagodeiro da história do festival no Palco Sunset

O giro teve duas passagens pelo Brasil. Em 2022, a banda se apresentou em Porto Alegre, Curitiba, São Paulo e Ribeirão Preto. Já em abril deste ano, tocaram em Manaus, Brasília, Belo Horizonte e Florianópolis, além de terem repetido a dose na capital paulista — neste caso, como atração principal do festival Monsters of Rock.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasPaul Stanley acha “absurdo” pessoas em casa criticando setlists do Kiss
Tairine Martins
Tairine Martinshttps://www.youtube.com/channel/UC3Rav8j4-jfEoXejtX2DMYw
Tairine Martins é estudante de jornalismo na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Administra o canal do YouTube Rock N' Roll TV desde abril de 2021. Instagram: @tairine.m

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades