Os 8 guitarristas que moldaram o som de Joe Perry, do Aerosmith

Embora reconhecendo o talento dos “magos do YouTube”, músico enalteceu aqueles que influenciaram sua personalidade

Em recente entrevista à Guitar World, Joe Perry elencou os 8 guitarristas que foram decisivos na formação de seu caráter musical. Um dos gigantes do hard rock americano, o guitarrista do Aerosmith e Hollywood Vampires enalteceu a nova geração. Porém, deixou claro que suas referências estão no passado.

Antes mesmo de elencar os nomes, ele esclareceu:

“Os músicos que me influenciaram foram aqueles que me fizeram sentir como se a guitarra fosse um novo instrumento. A guitarra elétrica é interessante, porque todos os outros instrumentos parecem ter raízes que remontam a séculos. Mas a guitarra elétrica, sem dúvida, é como uma extensão da guitarra espanhola, que é totalmente diferente.

Posso entrar na internet e encontrar pessoas que são fenomenais na guitarra, mas estou falando dos pioneiros aqui. Há alguns magos no YouTube que são incríveis, mas foram esses caras que começaram tudo.”

- Advertisement -

1. Jeff Beck: “O problema com Jeff é que embora muitos outros guitarristas também cantassem, ele não queria. Parecia meio desnecessário, dado o que era capaz de fazer. Deixando isso de lado, Jeff estava levando as coisas ao limite, o que qualquer um pode dizer que ele nasceu para fazer. Ninguém mais conseguia tocar igual. De jeito nenhum. Ele levou a guitarra elétrica muito além do que qualquer um já havia feito até então. Só de vê-lo tocar… Ainda não consigo acreditar que aqueles sons vieram daqueles dedos.”

2. Jimmy Page: “O que acontece com Jimmy Page é que ele é o pacote completo. Escritor, produtor e guitarrista. É capaz de pegar o que imagina e tornar real. Você não pode separar a guitarra de sua produção ou de sua habilidade de escrever músicas que se encaixam na dinâmica do Led Zeppelin. Ele sabia o que queria e executou. Suas habilidades de produção, combinadas com assistir e ouvir o que ele faz, acrescentam muito a qualquer músico.”

Leia também:  As melhores músicas de todos os tempos na opinião de Dave Grohl

3. Peter Green: “O tom da guitarra de Peter Green e a maneira como trabalhava com os outros caras de sua banda foram incríveis. Tive a sorte de ver o Fleetwood Mac com ele pelo menos sete ou oito vezes quando vieram e percorreram a área de Boston. Peter Green era ótimo e uma grande influência para mim pela maneira única como tocava guitarra.”

4. Jimi Hendrix: “Com Jimi Hendrix, provavelmente não posso dizer nada que já não tenha sido dito mil vezes. Sua forma de tocar era tão natural e fluida. Mesmo que estivesse atingindo as mesmas notas que todos nós tocávamos, a maneira como fazia foi muito além em termos de sons que obteve. É como se toda a magia que tinha estivesse quase escondida dentro da guitarra, sabe? E algumas de suas músicas instrumentais e os efeitos sonoros que conseguia eram simplesmente inacreditáveis. Ele deixou este planeta muito cedo.”

5. Steve Vai: “Devo mencionar Steve Vai porque é alguém incrivelmente inventivo. Um músico que pensa muito além da guitarra. Ele tem música na cabeça de um jeito que simplesmente me surpreende. Eu vi Steve Vai tocar uma vez quando estava com o Whitesnake e alguns dos sons que fazia eram simplesmente inacreditáveis. Acho que ele tocava uma guitarra de sete cordas e tinha algum equipamento externo que fazia um estrago que literalmente abalava o prédio. Ele foi fenomenal. Não tenho certeza se recebe o crédito que merecia.”

6. Eddie Van Halen: “Ouvir Eddie tocando é inspirador. Quando o primeiro álbum do Van Halen foi lançado, realmente abriu as portas para algo novo. Ele pegou alguns dos mesmos brinquedos que outros caras tinham, mas os usou de maneiras que eu não conseguia me lembrar de terem feito. Mudou as coisas de uma maneira que parecia fresca, nova e divertida. O que mais posso dizer sobre ele? É um dos talvez cinco caras que realmente mudaram a música e abriram portas quando se trata deste instrumento que chamamos de guitarra elétrica.”

Leia também:  Todos os filmes dos Beatles no formato cinebiografia já lançados

7. Neil Young: “Escolher mais é difícil e nem sei se consigo. Mas pensando em outros caras que me influenciaram além dos padrões aos quais costumo voltar, eu também diria que Neil Young é um deles. A maneira como toca guitarra é definitivamente diferente e fundamental. A tal ponto que às vezes penso que Neil tem mais conexão do coração aos dedos do que qualquer outra pessoa.”

8. Robert Johnson: “A forma que Robert Johnson tocava é mágica. O que mais posso dizer do que isso quando se trata do que foi capaz de fazer? É incrível pensar que tudo o que ouvimos é ele sozinho em uma sala com apenas um microfone. Foi muito influente em mim.”

Joe Perry, Aerosmith e “Peace Out”

No início de setembro o Aerosmith deu a largada na “Peace Out”, divulgada como sua turnê de despedida. Após as primeiras apresentações, a banda precisou interromper a agenda devido a um problema de garganta do vocalista Steven Tyler. A excursão acontece sem a presença do baterista Joey Kramer, substituído por John Douglas.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioListasOs 8 guitarristas que moldaram o som de Joe Perry, do Aerosmith
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades