“Amo todos os meus fãs”, diz Nick Cave sobre fãs trans

Músico australiano destoa de recentes manifestações preconceituosas feitas por figuras de destaque no mundo do rock

Enquanto figuras como Paul Stanley, Dee Snider, Alice Cooper e Carlos Santana fazem manifestações abertamente transfóbicas, Nick Cave se mostra uma pessoa com outra visão de mundo. Em resposta a uma fã em seu site, Red Hand Files (via NME), o australiano não se furtou de manifestar amor a todos aqueles que o acompanham.

A pergunta feita foi a seguinte:

“Como você se sente em relação aos seus fãs transgêneros ou às pessoas trans em geral? Como uma jovem mulher trans, tive experiências igualmente positivas e negativas relacionadas ao gênero com outros fãs do seu trabalho e estou curiosa para saber sua posição em relação às coisas.”

- Advertisement -

Depois de discutir outra questão na entrada sobre seu tipo de Eneagrama (teste de personalidade), Cave disse que acredita ter “um estranho instinto paternal em relação ao meu público, que enlouqueceu”. Voltando sua atenção para a fã trans, ele acrescentou:

“Tenho também outro impulso, que espero que seja mais comum, que é tratar todos com igual amor e respeito, independentemente da sua raça, género, sexualidade, religião ou qualquer outra coisa. Vejo essencialmente o mundo como uma coleção de indivíduos, cada qual único em sua fragilidade, que têm em sua essência uma uniformidade de espírito comum e vinculativa.

Então, Amelia, embora eu esteja um pouco incerto sobre onde devo me posicionar nessas coisas, ou melhor, por que devo me posicionar em qualquer lugar, direi o seguinte: eu amo totalmente meus fãs trans e desejo-lhes o melhor, como eu amo todos os meus fãs e desejo-lhes o melhor. Sinto para com eles o mesmo dever de cuidado que sinto para com todos aqueles que existem em minha esfera.”

O intérprete finalizou exaltando a igualdade no tratamento pela sociedade.

“Desejo também que recebam todos os direitos que lhes são inerentes e que levem uma vida digna e livre, desprovida de violência e preconceito. Desejo essas coisas como desejo para todas as pessoas. Como músico, é um verdadeiro privilégio estar no palco e assistir a uma multidão de indivíduos díspares perdidos na vitalidade comum e inclusiva que a música oferece; observar as pessoas transcenderem a si mesmas, unidas por aquela mesmice espiritual inata que está enterrada sob a condição de identidade. É profundamente comovente testemunhar e compreender plenamente que cada um de nós é singularmente estranho na nossa personalidade individual, mas sob a influência de alguma força envolvente maior somos como um só. Esse é o grande presente e revelação da música.”

Novo álbum do Nick Cave and the Bad Seeds

Na mesma postagem, Nick Cave anunciou ainda estar trabalhando no próximo álbum com o Bad Seeds. No início do ano, o artista revelou estar vivendo um momento de bloqueio criativo.

Leia também:  Confira horários de shows do I Wanna Be, festival orientado ao emo e pop punk

“Ghosteen”, obra inédita mais recente da parceria, saiu em 2019.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotícias“Amo todos os meus fãs”, diz Nick Cave sobre fãs trans
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades