Nada pessoal? Por que Andy Taylor saiu do Duran Duran, segundo o próprio

Guitarrista acreditava que álbum “Red Carpet Massacre” não deveria envolver colaboradores externos; disco contou com Timbaland e Justin Timberlake

Andy Taylor fez parte do Duran Duran em dois momentos diferentes. O guitarrista integrou a banda entre 1980 e 1986 — quando decidiu sair para focar em projetos solo — e, depois, entre 2001 e 2006, com a passagem rendendo o álbum “Astronaut” (2004). 

O segundo rompimento do músico com o grupo envolveu uma série de questões. Uma nota do The Times publicada em 2008 sugeriu problemas do artista com a gestão do Duran Duran. Na autobiografia “Wild Boy: My Life in Duran Duran” (via Daily Mail), o próprio Andy contou que, além das tais questões burocráticas, influenciaram a decisão o luto de perder o pai e, por consequência, o diagnóstico de depressão clínica.

- Advertisement -

Já a banda atribuiu a ruptura a outros motivos. Em comunicado publicado na época (via Billboard), destacou: 

“Nós quatro acabamos com a parceria e continuaremos como Duran Duran sem Andy, pois chegamos a um ponto em que há um abismo insustentável entre nós e não podemos mais funcionar efetivamente juntos.”

O tecladista Nick Rhodes e o vocalista Simon Le Bon reforçaram no período a justificativa durante bate-papo com o The Star, mencionando a falta de comunicação e afastamento por parte do antigo membro. Mas em recente entrevista à Classic Pop (via NME), Andy garantiu que existiram apenas conflitos “criativos, não pessoais”. 

Leia também:  Edição do festival I Wanna Be no Rio muda de local

Nas palavras do guitarrista, a ideia de Timbaland produzir o álbum sucessor de “Astronaut”, “Red Carpet Massacre” (2007), acompanhado de Justin Timberlake, não o agradou. Ele tinha uma visão diferente a respeito do processo, que deveria ser mais intimista e sem “agentes externos”, como explicou. 

“Eu não consegui participar do álbum produzido por Timbaland, porque simplesmente não me emocionou. Eu disse aos outros: ‘por que precisamos fazer isso?’. Há muito talento nessa banda, nunca senti a necessidade de trazer outras pessoas para compor com o Duran Duran. Isso me incomodou.”

Sendo assim, ele não conseguiu permanecer no grupo — mesmo sabendo o quanto sentiria falta da banda no futuro.

“O sentimento geral era de que: ‘você deveria ficar com a gente’ e eu simplesmente não consegui. Eu não sei o que aconteceu comigo que eu simplesmente não consegui fazer isso. Parecia que alguém tinha fechado uma porta de elevador comigo no meio e eu não conseguia passar. Precisava ter um equilíbrio e eu não conseguia sentir isso. Tive a mesma sensação de quando saí da primeira vez: ‘vou sentir falta de tudo isso… de novo’.” 

Andy Taylor e Duran Duran 

Andy Taylor tocaria novamente com os antigos parceiros no ano passado, na cerimônia do Rock and Roll Hall of Fame – que homenageou o Duran Duran e outros artistas. No entanto, apesar de ter se preparado e ficado empolgado, o artista faltou no compromisso devido ao tratamento contra um câncer de próstata em estágio 4, o mais avançado.

Leia também:  Replicantes anuncia show com a presença de todos os integrantes de sua história

Em entrevista ao tabloide The Mirror, o baixista John Taylor disse que a ausência do guitarrista na ocasião – descrita como “chocante” e “terrivelmente triste” – motivou a banda a criar um novo material com sua colaboração – ainda sem data oficial de lançamento.

“Estamos trabalhando em um álbum agora, que vai sair no final do ano, e Andy vai tocar guitarra nele. Se ele tivesse ido para Los Angeles e comparecido na cerimônia, provavelmente nem teríamos pensado nisso. O álbum aconteceu como resultado disso.”

Andy também confirmou o lançamento de um novo álbum solo para o dia 8 de setembro. “Man’s a Wolf to Man” é o primeiro disco de inéditas do músico desde “Thunder”, disponibilizado em 1987.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasNada pessoal? Por que Andy Taylor saiu do Duran Duran, segundo o...
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

1 COMENTÁRIO

  1. Sempre tive imensa curiosidade em saber porque Andy deixou a banda pela segunda vez, muita coisa saiu na epoca em relação a participação externa no Red carpet massacre mas não sabia se era verdade. Agora dito pelo próprio Andy e parece ser muito sincero fica bem esclarecido. Ótima matéria!!!

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades