O guitarrista que Eddie Van Halen seguia como discípulo, segundo David Lee Roth

De acordo com o eterno vocalista do Van Halen, o antigo parceiro de banda se espelhava de maneira quase sagrada em outro músico

Falecido em 2020, Eddie Van Halen deixou sua marca na história da música como guitarrista. Mas antes de tornar-se símbolo do instrumento, ele “tentava imitar” um outro músico, de acordo com seu antigo parceiro de banda, David Lee Roth.

Durante o próprio podcast “Roth Show” (via Guitar.com), o eterno vocalista do Van Halen lembrou do momento em que o colega estava aprendendo a tocar guitarra. Então, revelou que Eddie tinha Eric Clapton como sua maior inspiração de um jeito quase sagrado.

“Eddie Van Halen era um acólito [ministro que ajuda o padre durante celebrações no catolicismo] de Eric Clapton. Ele o seguia como um discípulo. Ele mal podia comprar os cadarços dos sapatos quando estava aprendendo a tocar guitarra e tinha uma Les Paul dourada. Eu costumava sentar em frente a Eddie em seu pequeno quarto, ele se sentava no colchão e eu me sentava no amplificador bem na frente dele, com nossos joelhos quase tocando enquanto criávamos as músicas que nos tornaram famosos.”

- Advertisement -

David ainda citou o pôster de Clapton presente no quarto de Eddie e refletiu como o companheiro de grupo iniciou sua jornada se espelhando em outro músico, até formar uma identidade única.

“E lá tinha um pôster de Eric Clapton, que também era discípulo de outros músicos e assim sucessivamente, e Eddie começou como uma imagem espelhada de Eric Clapton e levou isso para muito além.”

Eddie Van Halen e a admiração por Eric Clapton

Leia também:  Não é dos Beatles a melhor música de Paul McCartney, segundo Joe Elliott

Não era necessariamente um segredo tal admiração de Eddie Van Halen. Conversando com o jornalista Steven Rosen em 1979 (via Rock and Roll Garage), ele explicou que, por mais que gostasse de músicos variados, como Jeff Beck e Ritchie Blackmore, Eric Clapton continuava sendo sua maior referência no instrumento.

“Eu amava a maneira como ele tocava. Era realmente suave e tinha muito sentimento. Todas as resenhas que eu já li do nosso segundo álbum ou da minha forma de tocar sempre citam influências de Blackmore, Beck e Jimmy Page. Mas eu nunca realmente parei e copiei os licks deles igual fiz com Clapton.”

Apesar disso, Eddie também tinha um olhar crítico a respeito do trabalho do ídolo. À Guitar World em 1992, o guitarrista contou que, ao assistir a um show da banda Derek and the Dominos (com Clapton na guitarra e nos vocais), ficou decepcionado.

“O primeiro show que vi foi da banda Derek and the Dominos com Eric Clapton. Para ser honesto, eu estava esperando algo mais poderoso. Se eu tivesse visto o Cream ao vivo, eu provavelmente teria ficado impressionado, porque essa foi uma época de Clapton que eu realmente amei. O show lembrava o Doobie Brothers, tinha um tocador de pandeiro e de bongo. Não tinha força.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesO guitarrista que Eddie Van Halen seguia como discípulo, segundo David Lee...
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades