O pior álbum do Black Sabbath na opinião de Geezer Butler

Baixista escolheu o último trabalho de inéditas lançado pelo quarteto original, em 1978

O Black Sabbath possui uma série de álbuns capazes de ocupar o posto de preferido dos fãs e dos próprios músicos. Porém, a banda também lançou algumas bombas discográficas em diferentes épocas da carreira.

Geezer Butler, baixista original do grupo, tem consciência disso. Portanto, ele revelou sua escolha para a nada honrosa posição durante entrevista à revista Metal Edge. Obviamente, ele optou por um trabalho feito com sua presença. E mais: um play da formação original.

“Eu direi que ‘Never Say Die!’ é, facilmente, o pior álbum que gravamos. A razão para isso é que tentamos nos administrar e produzir o álbum por conta própria. Queríamos fazer isso sozinhos, mas, na verdade, nenhum de nós tinha a menor ideia de como proceder. A essa altura, estávamos gastando mais tempo com advogados e no tribunal, em vez de estar no estúdio escrevendo. Foi muita pressão sobre nós e as composições foram prejudicadas.”

- Advertisement -

Apesar da reconhecida interferência dos vícios dos integrantes, Geezer reconhece que outros problemas complicaram o ambiente.

“Assim que finalmente tivemos tempo de parar as turnês, nos demos conta de que não sabíamos onde estava todo o dinheiro. Perguntávamos a nossos empresários por que nossas contas estavam em baixa embora estivéssemos vendendo discos, mas nunca obtínhamos uma resposta direta. Nossas contas não refletiam o sucesso que fazíamos. Havia muito dinheiro que simplesmente não estávamos vendo e, ainda assim, precisávamos pagar impostos. Foi realmente quando as coisas começaram a dar errado.”

Da mesma forma, musicalmente as coisas não iam bem.

“Perdemos completamente a noção de quem éramos. Começamos a partir de coisas mais melódicas, o que foi um erro olhando para trás. Ozzy sempre quis soar como a versão antiga do Sabbath, enquanto Tony Iommi e eu queríamos expandir musicalmente. Olhando para trás, Ozzy provavelmente estava certo porque nossa tentativa de expansão nos fez perder o significado da banda.”

Black Sabbath e “Never Say Die!”

Oitavo de inéditas do grupo, “Never Say Die!” foi o último trabalho totalmente de inéditas gravado pela formação original. Ozzy Osbourne chegou a sair antes das gravações, fazendo com que o grupo recrutasse Dave Walker (ex-Savoy Brown). Ele chegou a trabalhar em algumas canções, além de apresentar “Junior’s Eyes” ao vivo com o trio de instrumentistas em um programa da BBC Midlands.

Leia também:  “Nunca fiz parte do Sepultura, sempre fui autônomo”, diz Eloy Casagrande

A melhor colocação do álbum em uma parada nacional aconteceu em casa, com o 12º lugar na do Reino Unido. O disco só foi ganhar premiação de ouro nos Estados Unidos quase vinte anos após o lançamento.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesO pior álbum do Black Sabbath na opinião de Geezer Butler
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

1 COMENTÁRIO

  1. Pode ser considerado uma heresia o que vou dizer, mas pra mim, empatado com o Sabbath Bloody Sabbath, Never Say Die é o melhor álbum do Black Sabbath!

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades