Black Sabbath era um “alerta contra magia negra e satanismo”, diz Geezer Butler

Baixista afirma que letras compostas por ele refletiam, na verdade, o quão assustado havia ficado quando foi confrontado com o oculto

Apesar da fama de ser a banda mais profana do rock, o Black Sabbath na realidade era contra tudo isso. Parece difícil de acreditar, mas é verdade.

Em entrevista à Classic Rock, o baixista e principal letrista Geezer Butler revelou como o grupo, apesar de influenciado por ocultismo nas letras, era contra o satanismo por causa de experiências desagradáveis.

“Eu tinha me interessado em satanismo e aí tudo começou a dar errado. Então, eu desisti de magia negra. O Black Sabbath era um alerta contra magia negra e satanismo.”

- Advertisement -

Quanto às influências, Butler contou histórias de como as letras da banda surgiram mais de seu terror diante do oculto e seu desejo de afastar pessoas de magia negra e satanismo. À Mojo, ele declarou:

“Eu acreditava totalmente no diabo. Comecei a ler livros de Aleister Crowley e Dennis Wheatley, especialmente ‘The Devil Rides Out’, que era para ser um conto de alerta, mas parecia um manual sobre como ser satanista. Ozzy me deu um livro do século 16 sobre magia que ele roubou de algum lugar. Eu o coloquei em um armário arejado porque não tinha certeza. Mais tarde naquela noite, acordei e vi essa sombra negra no na ponta da minha cama. Era uma presença horrível que me deixou apavorado! Corri para o armário arejado para jogar o livro fora, mas o livro havia desaparecido!”

Black Sabbath satanista

Infelizmente, o Black Sabbath acabou se tornando os garotos-propaganda do satanismo. Chegou ao ponto dos músicos serem chamados para se apresentarem numa cerimônia de magia negra nos EUA.

Leia também:  Música em festival é “catchup em praça de alimentação”, diz Guilherme Arantes

Quando recusaram, de acordo com Geezer Butler, foram amaldiçoados. A partir dali, todos os integrantes começaram a usar crucifixos por conselho de uma “bruxa branca”, para afastar maldições.

“O pai do Ozzy fez os crucifixos pra gente. Ele costumava trabalhar na siderúrgica fabricando partes de automóvel, então ele fez essas cruzes enormes de metal sucateado.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesBlack Sabbath era um “alerta contra magia negra e satanismo”, diz Geezer...
Pedro Hollanda
Pedro Hollanda
Pedro Hollanda é jornalista formado pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso e cursou Direção Cinematográfica na Escola de Cinema Darcy Ribeiro. Apaixonado por música, já editou blogs de resenhas musicais e contribuiu para sites como Rock'n'Beats e Scream & Yell.

1 COMENTÁRIO

  1. O primeiro disco e a arte da capa assusta muita banda de Black Metal por aí, gosto muito da banda em si e dos seus clássicos!!!! coisa do capeta é a nossa realidade atual cheia de violência, corrupção e sáude caótica!!!! Valeu!!!!

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades