Quando Roger Waters criticou Black Sabbath em revista — e chateou Tony Iommi

Música da banda que sedimentou o heavy metal deixou ex-líder do Pink Floyd “sem palavras” – no pior sentido

O primeiro single da carreira do Black Sabbath foi a versão para “Evil Woman”, da banda americana Crow. A distância das gravações foi menor de um semestre, com a original saindo em agosto de 1969 e o cover em janeiro de 1970 – um mês antes do debut do quarteto de Birmingham.

­

- Advertisement -

O Melody Maker, jornal britânico que foi o veículo mais antigo sobre música, tendo sido publicado pela primeira vez em 1926, pediu a Roger Waters que resenhasse o compacto. O então líder do Pink Floyd não teve as palavras mais elogiosas a oferecer.

Conforme transcrição do Far Out Magazine, ele escreveu:

“Bem, bem, bem… estou sem palavras – bem, quase. A música tem aquele tipo de Dragnet, Peter Gunn, como a abertura de uma série de detetives americanos. Você fica pensando que vai começar. Você pensa isso no primeiro minuto, mas depois, se for realmente perspicaz, percebe que não vai mudar, e isso é tudo que existe.”

A resenha não causou maiores danos, com o Black Sabbath alcançando sucesso logo na sequência. Mesmo assim, Tony Iommi admitiu ressentimento.

Leia também:  A dura crítica que Mike Dirnt (Green Day) fez ao Blink-182

Em 2017, confundindo o objeto do review, o guitarrista disse:

“Eu costumava ler as críticas que recebíamos e só pensava ‘Por quê?’. Houve um momento que doeu muito e que não veio da imprensa. Veio de Roger Waters, do Pink Floyd. Ele resenhou ‘Paranoid’ quando foi lançado como single para um jornal musical. Fez uma crítica tão terrível que reagi ‘Caramba!’ Ouvir isso de um colega músico pareceu muito duro.”

Black Sabbath e Pink Floyd

Black Sabbath e Pink Floyd tiveram existências paralelas e bem-sucedidas nos anos 1970. Embora nunca tenham realmente compartilhado experiências, as duas bandas se tornaram instituições do rock britânico.

Leia também:  O grande diferencial de Randy Rhoads na guitarra, segundo Bob Daisley

Atualmente, nenhuma das duas existe em tempo integral. De tempos em tempos, seus integrantes se reúnem para alguma parceria ou reaparecem na mídia disparando farpas uns contra os outros.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesQuando Roger Waters criticou Black Sabbath em revista — e chateou Tony...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades