Quando Pete Townshend quis Peter Frampton em seu lugar no The Who

Ideia foi especulada pelo próprio colega de Roger Daltrey, que queria deixar a banda no período

Peter Frampton foi um astro prodígio da música pop britânica. Ainda menor de idade, se tornou fenômeno nacional com o The Herd, que emplacou singles na parada local. A seguir, se juntou a Steve Marriott no icônico Humble Pie, um dos grupos mais influentes da primeira onda do hard rock.

Após 4 álbuns, partiu para a carreira solo. Após um início vacilante, se estabeleceu de vez com o lendário “Frampton Comes Alive!” (1976), um dos discos ao vivo mais vendidos de todos os tempos. Mesmo assim, nos anos 1980, se viu em um momento difícil, especialmente no aspecto financeiro.

- Advertisement -

Como o próprio lembrou ao jornal The Guardian, em 2020 (via Far Out Magazine):

“Eu tinha menos que nada. Devia centenas de milhares de dólares.”

Foi nesse contexto que um convite no mínimo excêntrico aconteceu. Disposto a abandonar os palcos, Pete Townshend desejava que o amigo o substituísse no The Who. Chegou ao ponto de um telefonema ter sido feito. Em sua biografia, “Do You Feel Like I Do?” (2020), Frampton recorda:

“Um dia eu estava na cozinha de casa e recebi uma ligação de Pete Townshend. Eu amo o Pete. Nós nos conhecemos há muito tempo. Eu não diria que somos melhores amigos, mas temos respeito mútuo.”

Então, o seguinte diálogo teria ocorrido, segundo o próprio:

“Pete Townshend: E aí Pete, aqui é Townshend, Pete Townshend.

Peter Frampton: Ah, caramba! Como você está?

Pete Townshend: Então… Eu tomei uma decisão, e não vou mais sair em turnê com o [The] Who. Eu vou continuar compondo as músicas, mas quero que você toque no meu lugar.

Peter Frampton: Peraí… O quê? Isso é uma responsabilidade muito grande! Eu não posso fazer isso.

Pete Townshend: Claro que pode. Eu estarei lá com você.”

No dia seguinte, Townshend esfriou a cabeça e repensou a situação. Frampton conseguiria reerguer a carreira com outra lenda da música inglesa: David Bowie, na Glass Spider Tour, em 1987, promovendo o álbum “Never Let me Down”. O guitarrista credita o camaleão do rock por ter salvado sua vida.

Leia também:  Quando Michael Angelo Batio estragou o próprio teste para o Kiss

Refletindo na conversa com o The Guardian, Peter reconhece que a proposta de Pete não fazia qualquer sentido.

“Foi a coisa mais bizarra que me aconteceu. Nem três guitarristas poderiam substituí-lo.”

A aposentadoria de Peter Frampton

Ano passado, Peter Frampton encerrou a carreira após uma turnê europeia. Porém, como todo astro do rock que se preze, já realizou um show depois disso. A apresentação aconteceu no último dia 22 de janeiro em Nashville, Estados Unidos. O evento gratuito ao público foi filmado para um futuro especial televisivo.

Leia também:  O álbum do Genesis que Phil Collins não gosta

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesQuando Pete Townshend quis Peter Frampton em seu lugar no The Who
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades