Entenda as cenas pós-créditos de “Shazam! Fúria dos Deuses”

Mantendo tradição dos filmes de heróis, continuação das aventuras do mortal mais poderoso da Terra tem lá suas (duas) sequências depois dos créditos

A regra é clara: um bom filme de super-herói tem que ter superpoderes, uniformes escalafobéticos, personagens coadjuvantes em perigo, um supervilão com um plano mirabolante pra conquistar ou destruir o mundo (talvez até o universo) e, obviamente, cenas pós-créditos. Preferencialmente, duas. A Marvel cravou isso como padrão e hoje todo mundo segue o livro de regras, inclusive a DC, a popular Distinta Concorrência. Não seria diferente em “Shazam! Fúria dos Deuses”.

As cenas pós-créditos geralmente servem como conexão entre os filmes de um universo expandido, prometendo coisas que aconteceriam numa eventual continuação ou então em novos filmes com aqueles personagens. Mas como a DC nos cinemas está em processo de reconstrução, não fica claro ainda como as cenas pós-créditos de “Shazam! Fúria dos Deuses” se encaixam neste plano maior.

- Advertisement -

De qualquer maneira, para quem ficou curioso e não liga pra spoilers, a gente conta quais são. Se você se importa com spoilers, saiba apenas que há duas cenas pós-créditos em “Shazam! Fúria dos Deuses”.

As cenas pós-créditos de “Shazam! Fúria dos Deuses”

Cena 1 – A Convocação

A primeira cena pós-créditos de “Shazam! Fúria dos Deuses”, logo depois dos chamados “créditos animados”, mostra a dupla John Economos (Steve Agee) e Emilia Harcourt (Jennifer Holland), já vistos anteriormente tanto no segundo filme do Esquadrão Suicida quanto na série “Pacificador”, indo cumprir uma missão em nome de Amanda Waller (Viola Davis).

A missão é encontrar um herói muito poderoso (porém imaturo) para recrutá-lo para um time de seres superpoderosos. O tal herói, claro, é o próprio Shazam, que está num posto de gasolina abandonado, despretensiosamente treinando tiro ao alvo com garrafas vazias e usando seus próprios relâmpagos.

Leia também:  A opinião de Deen Castronovo sobre todos os bateristas do Journey

Ele se surpreende com a chegada dos agentes e mais ainda quando eles dizem que o conhecem e o chamam por seu nome verdadeiro, Billy Batson. Mas então vem o convite: ele quer integrar a Sociedade da Justiça? De imediato, ele aceita, embora questione: “espera, não é a Liga da Justiça? São times diferentes? Qual é o da Mulher-Maravilha? Tenho aqui algumas sugestões de outros nomes…”.

No fim, ele diz SIM e os dois agentes vão embora.

Vale lembrar que a Sociedade da Justiça é o time – de formação flexível – que apareceu no filme do Adão Negro (que, lembremos, é um vilão originalmente antagonista do Shazam nas HQs) e que traz como integrantes nomes como Gavião Negro, Esmaga-Átomo, Ciclone e o finado (será?) Senhor Destino.

Como James Gunn, um dos novos donos da DC nos cinemas, já tinha deixado claro, personagens da “antiga” DC cinematográfica como Shazam, Flash e Aquaman, que ainda terão filmes este ano, podem ter espaço no futuro deste universo. Nada está cravado em pedra. Talvez as bilheterias sejam o fator determinante…

Cena 2 – A Piada Inevitável

Já a segunda das cenas pós-créditos de “Shazam! Fúria dos Deuses”, bem no final das letrinhas, é mais uma graça que se conecta com a cena pós-créditos do primeiro filme, na verdade. E não, não estamos falando da aparição do Superman. Mas sim da outra sequência do filme original.

Leia também:  Por que Roger Hodgson saiu do Supertramp e não voltou mais

Trancafiado em uma cela, agora barbudo, o vilão do filme anterior – e antagonista mais clássico do Shazam – o Doutor Silvana (Mark Strong) recebe mais uma vez a visita do Senhor Cérebro, a lagarta falante alienígena que é um dos vilões cult mais queridos do herói nos gibis (e cuja voz é do próprio diretor do filme, David F. Sandberg). A cena do primeiro filme dava a entender que, de alguma forma, ele estava tramando algo imenso e contaria com a ajuda de Silvana para executar. Mas nenhum dos dois é sequer mencionado na continuação, o que poderia ter frustrado os fãs das antigas.

Cérebro aparece novamente na janelinha, prometendo que o plano está em andamento, qualquer que ele seja, e deixa Silvana louco da vida. “Mas eu estou aqui há dois anos esperando!”. A lagartinha maléfica então diz que é difícil, que ela precisa rastejar pra lá e pra cá, que demora mesmo. Mas afirma que em breve tudo vai acontecer. Só que ele tem outras coisas pra resolver. E sai de cena de novo, fazendo Silvana pirar outra vez… e a plateia gargalhar.

Existem de fato planos para o Senhor Cérebro no mundo DC de James Gunn? É o tipo de personagem B que ele mesmo adoraria. Mas, sinceramente, neste momento, duvido muito.

*“Shazam! Fúria dos Deuses” chega aos cinemas brasileiros nesta quinta-feira (16).

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesEntenda as cenas pós-créditos de “Shazam! Fúria dos Deuses”
Thiago Cardim
Thiago Cardimhttps://linktr.ee/thiagocardim
Thiago Cardim é uma mistura de jornalista com publicitário, salpicada com cinéfilo, temperada com metaleiro e reforçada com gibizeiro. Escreve sobre cultura pop no Gibizilla, fala sobre coisas do mundo no podcast Imagina Se Pega No Olho e sobre música no Imagina Se Pega no Ouvido.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades