A música do Linkin Park que Chester Bennington achava mais difícil de cantar

Canção escolhida pelo cantor faz parte do álbum “Hybrid Theory” e tem letra que aborda suas batalhas contra o vício

Chester Bennington sempre foi um letrista muito transparente. Suas criações iam fundo nos sentimentos, traumas e feridas abertas. Não à toa, elas se tornaram importantes para outras pessoas que enfrentavam as mesmas situações, transformando o vocalista do Linkin Park em uma referência nas lutas do dia-a-dia.

Em entrevista de 2009 à revista Spin – resgatada pelo Rock Celebrities –, o cantor citou qual a música lhe causava mais dificuldades ao interpretar ao vivo. A escolha do frontman recaiu sobre uma de “Hybrid Theory”, trabalho de estreia do grupo, lançado em 2000. E justamente por conta de como ela mexia com aspectos pesados de sua personalidade.

- Advertisement -

“‘Crawling’ me causa mais dificuldades do que qualquer outra. A letra é sobre minhas batalhas contra o vício. Fala sobre quando sinto não ter controle sobre mim mesmo, alucinações, ansiedade, sensação de arrepio sob a pele e sensação de impotência diante de todas as pressões.”

Linkin Park e “Hybrid Theory”

Um dos discos mais importantes do movimento conhecido como nu metal, “Hybrid Theory” vendeu mais de 27 milhões de cópias em todo o planeta até hoje. É um dos 10 álbuns de estreia mais comercializados na história da indústria da música nos Estados Unidos.

Leia também:  Por que Toto lançou tantas músicas com nomes de mulheres, segundo Steve Lukather

Sobre Chester Bennington

Nascido em Phoenix, Arizona, Chester Charles Bennington começou a carreira no Sean Dowdell And His Friends?, passando para o Grey Daze na sequência. O grupo lançou dois trabalhos na metade dos anos 1990.

Na virada do século se juntou ao Xero, que se tornaria o Linkin Park. A banda se tornou uma das maiores de sua geração, lançando sete álbuns de músicas inéditas e vendendo mais de 100 milhões de discos.

Também foi um dos cofundadores do Dead By Sunrise, que lançou apenas um trabalho: “Out Of Ashes”, de 2009. Em 2013, assumiu os vocais do Stone Temple Pilots em substituição a Scott Weiland. A parceria durou dois anos e rendeu o EP “High Rise”.

Leia também:  David Ellefson alfineta Metallica e Megadeth ao elogiar Overkill

Cometeu suicídio dia 20 de julho de 2017, na sua casa em Palos Verdes Estates, Califórnia.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesA música do Linkin Park que Chester Bennington achava mais difícil de...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades