John Fogerty enfim obtém controle de direitos das músicas do Creedence

Imbróglio se arrastou por décadas desde seu começo; "ainda estou meio que em choque", admitiu o músico

Uma batalha iniciada há décadas, envolvendo os direitos sobre as músicas do Creedence Clearwater Revival, finalmente foi encerrada. O vocalista, guitarrista e compositor John Fogerty recuperou o controle sobre a obra de sua banda.

Os problemas legais começaram quando o grupo assinou contrato com a Fantasy Records, que foi adquirida posteriormente pelo produtor de cinema e executivo Saul Zaentz. Após ter acesso aos termos do acordo, Fogerty os classificou como injustos e tentou por anos se livrar da associação.

- Advertisement -

Para sair do acordo, John abriu mão de seus royalties, ficando décadas sem receber qualquer pagamento. Zaentz chegou a processar o músico por autoplágio, alegando que o hit solo de Fogerty de 1985, “The Old Man Down the Road”, copiou “Run Through the Jungle” do CCR. Pelo bem da sanidade coletiva, Fogerty ganhou o caso.

Leia também:  Morre Bob Heil, o criador do talk box

Agora, de acordo com a Billboard, o líder do Creedence finalmente voltou a comandar o que lhe é direito. Fogerty comprou recentemente uma participação majoritária nos direitos de publicação global de seu catálogo da Concord, que havia adquirido a Fantasy Records em 2004 e rapidamente restabelecido e aumentado os royalties do músico.

A empresa não saiu de mãos vazias do acordo, já que ainda será dona das gravações master e continuará pagando a parte dos membros do grupo nos acordos de publicação.

Em rápida manifestação, John declarou:

“A maneira mais feliz de ver isso é que, se não foi uma vitória de 100% para mim, ao menos ficou melhor do que antes. Eu ainda estou meio que em choque. Ainda não permiti que meu cérebro começasse a sentir isso.”

A luta de John Fogerty

A última cruzada de John Fogerty para obter seus direitos de publicação começou quando ele e sua esposa/empresária, Julie Fogerty, perceberam que os direitos de suas canções começariam a ser revertidos em alguns anos, de acordo com a lei de direitos autorais dos EUA.

Leia também:  Edu Falaschi anuncia 15 shows da turnê “Rebirth Live in SP Revisited”

Em vez de esperar, Julie sugeriu à Concord que seu marido comprasse as músicas de volta deles. A empresa inicialmente recusou, mas depois de envolver o magnata da indústria da música e ex-empresário do músico, Irving Azoff, ambas as partes fecharam um acordo.

Sobre o Creedence Clearwater Revival

O Creedence Clearwater Revival existiu entre 1967 e 1972, tendo vendido mais de 30 milhões de discos só nos Estados Unidos. Discordâncias sobre controle artístico e negócios levaram ao encerramento abrupto das atividades.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasJohn Fogerty enfim obtém controle de direitos das músicas do Creedence
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades