Brian Johnson explica por que Justin Hawkins tomou microfone em tributo a Taylor Hawkins

Frontman do AC/DC entende que colega apenas se emocionou além da conta e esqueceu o seu aparato na hora de entrar no palco

Durante o primeiro show do Foo Fighters em tributo a Taylor Hawkins, no dia 3 de setembro último, um momento chamou a atenção do público. Justin Hawkins subiu ao palco para cantar “Back in Black” com Brian Johnson. Porém, sem um microfone, frontman do The Darkness simplesmente arrancou o que estava nas mãos do colega de função do AC/DC.

A performance ainda contou com Lars Ulrich (Metallica) nas baquetas. Ao final, Brian exclamou: “Uau, isso foi divertido. Eu gostei, obrigado”.

- Advertisement -

Algumas pessoas ficaram sem entender, achando ter se tratado de uma intromissão de Justin. Porém, Johnson explicou o ocorrido em entrevista ao Trunk Nation, do sistema de rádio pago SiriusXM (com transcrição do NME).

“Estávamos nos preparando para subir ao palco quando Justin chegou e me disse que ‘Back in Black’ era sua música favorita de todos os tempos. Então, o convidei a cantar o segundo verso comigo. Ele consultou Dave Grohl, que autorizou. Só que ficou tão empolgado que esqueceu de pegar um microfone. Ficou uma cena esquisita.”

Mesmo assim, tudo acabou dando certo. Hawkins já havia usado seu canal do YouTube para se manifestar, explicando sua versão da história.

“Dez minutos antes do segmento AC/DC do tributo, Brian Johnson me pediu para cantar o segundo verso de ‘Back in Black’. Eu inicialmente recusei, nunca tinha cantado a música antes e não queria que isso transparecesse. No entanto, ele foi realmente insistente e Dave Grohl me disse: ‘se Brian disser para você fazer alguma coisa, você faz.’

Pedi para Rufus (Taylor, filho de Roger Taylor, do Queen e baterista do The Darkness) puxar a letra em seu celular e dei uma chance. Mas com toda a honestidade, acho que Brian só queria criar um momento espontâneo memorável e se divertir. O manager de palco se esforçou para preparar um microfone para mim, mas eu não sabia qual deveria pegar. Acabei tendo que roubar o de Brian, o que pareceu um pouco estranho. Brian Johnson é uma lenda absoluta e Dave estava certo, eu não poderia recusar.”

Um segundo show celebrando Taylor ainda foi realizado no final do mesmo mês. Com diferentes convidados, a sede foi o The Forum, na cidade americana de Los Angeles.

Leia também:  Dire Straits Legacy confirma 8 shows no Brasil entre abril e maio

A versão de Justin Hawkins

Anteriormente, Justin Hawkins também deu sua versão para o ocorrido. Em suas redes sociais, dias após o evento, o vocalista do The Darkness declarou:

“Dez minutos antes do segmento AC/DC do tributo, Brian Johnson me pediu para cantar o segundo verso de ‘Back in Black’. Eu inicialmente recusei, nunca tinha cantado a música antes e não queria que isso transparecesse. No entanto, ele foi realmente insistente e Dave Grohl me disse: ‘se Brian disser para você fazer alguma coisa, você faz’.”

A saída foi recorrer a uma cola, fornecida pelo filho de outro rockstar que também tocou no evento – além de ser colega de Hawkins em sua banda.

“Pedi para Rufus (Taylor, filho de Roger Taylor, do Queen e baterista do The Darkness) puxar a letra em seu celular e dei uma chance. Mas com toda a honestidade, acho que Brian só queria criar um momento espontâneo memorável e se divertir. O manager de palco se esforçou para preparar um microfone para mim, mas eu não sabia qual deveria pegar. Acabei tendo que roubar o de Brian, o que pareceu um pouco estranho. Brian Johnson é uma lenda absoluta e Dave estava certo, eu não poderia recusar.”

Leia também:  Por que ingresso do Lollapalooza é tão caro, segundo diretores

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasBrian Johnson explica por que Justin Hawkins tomou microfone em tributo a...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades